Ferramentas Pessoais
Acessar

Senador Paulo Paim

 

Paulo Paim exerceu seu primeiro mandado de deputado federal, eleito pelo PT, na Assembleia Nacional Constituinte. Operário e líder sindical, iniciou sua militância política ainda estudante, presidindo grêmios estudantis de seus colégios. Foi presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Canoas (RS), em dois mandatos consecutivos. Participou da criação da Central Única dos Trabalhadores (CUT) e foi secretário-geral e vice-presidente da entidade, no período de 1983 a 86.

Na Constituinte, atuou como titular da Comissão da Ordem Social, da Subcomissão dos Direitos dos Trabalhadores e Servidores Públicos, e, como suplente, na Comissão da Organização do Estado e na Subcomissão dos Estados. Apresentou 183 emendas - 18 foram aprovadas integralmente e 35 parcialmente.  Foi um dos constituintes com maior frequência, presente em mais de 95% das votações.

O depoimento do senador Paim, para o Projeto de História Oral comemorativo dos 30 anos da Constituinte e da Constituição, foi gravado em seu gabinete do Senado pela equipe do Serviço de Arquivo Histórico (SEAHIS) da Coordenação de Arquivo (COARQ).

Sem edição de conteúdo, o material está disponível em áudio e vídeo, dividido em cinco blocos. Degravado pela equipe da Secretaria de Registro e Redação Parlamentar da Secretaria Geral da Mesa (SGM), pode também ser lido na íntegra aqui.

Caminho percorrido até chegar à Constituinte - líder estudantil, vendedor de frutas, aluno do Senai, metalúrgico, sindicalista fundador da CUT e do PT gaúcho. Chegada ao Congresso e atuação na Comissão de Ordem Social. Aprendizado, convivência e as boas parcerias com outros partidos. Comoção no plenário na aprovação de Licença Paternidade, defendida pelo deputado Alceni Guerra.

Duração: 14'39

Grandes líderes e articuladores da Constituinte: Ulysses Guimarães, Lula, Mario Covas, Fernando Henrique. Parceria com o senador Jarbas Passarinho, do PDS, para aprovação da Lei de Greve. Luta pela aprovação da jornada de 44 horas, aviso prévio de 40 dias e Unicidade Sindical. Dificuldade para garantir igualdade salarial às mulheres. Conquistas e derrotas na votação da Previdência.

Duração: 13'12

O voto para os juros de 12% ao ano. Defesa do Parlamentarismo. Memória da convivência democrática, do respeito entre os contrários e às decisões majoritárias. O instituto da medida provisória e as resistências para derrubá-la. Reforma na Constituição limitada às emendas exclusivas e temáticas. Importância da prioridade para reforma política, eleitoral e partidária.

Duração: 12'36

Comparação entre o parlamento no processo constituinte e o atual Congresso. O embate – ontem e hoje - entre as corporações e o poder do Mercado.  Semelhanças e diferenças entre os impeachments de Collor e de Dilma. A CLT na Constituição de 1988 e hoje. A aprovação dos Estatutos da Juventude, do Idoso e da Pessoa com Deficiência.

Duração: 7'34

Emoção e orgulho de participar do processo Constituinte – momento ímpar de grandeza, parceria e solidariedade na política brasileira. Trabalho no Parlamento. A histórica noite da votação da Reforma Agrária. Democracia e sentido de Nação. Crença no futuro.

Duração: 8'13

O voto favorável à legalização do Jogo de Bicho para que fosse taxado em 50%. A simplicidade da primeira campanha, feita em um Fusca com gasolina paga por eleitores e alimentação recebida em casas paroquiais. Propaganda em papel de pão. Lembranças da infância e do trabalho no Grupo Tramontina. A importância da História.

Duração: 9'02