São Paulo


Projeto Tempo de Despertar

Desenvolvido em parceria com o Poder Judiciário, secretarias municipais, Ministério Público, OAB e Defensoria Pública, o projeto atende a homens que estão respondendo a processos com fundamento na Lei Maria da Penha. Esses homens devem frequentar 10 encontros pautados por noções de gênero e pela necessidade de reconhecimento da responsabilidade pelos atos de agressão. Uma das conquistas do projeto é a ausência de reincidência dos homens que frequentaram os encontros na primeira edição e a taxa de 2% de reincidência na segunda edição do curso.