Senadores lembram dia de combate à exploração sexual de crianças

Da Redação | 18/05/2020, 15h44

Nesta segunda-feira, 18 de maio, Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, vários senadores lembraram a data nas redes sociais.

A senadora Rose de Freitas (Podemos-ES) ressaltou que o dia foi escolhido em homenagem à menina Araceli Sánchez Crespo, assassinada aos oito anos de idade, em Vitória (ES), após ser torturada e violentada, em 18 de maio de 1973.

“Proteger nossas crianças e adolescentes é um dever de todos”, declarou Rose.

Para o senador Izalci Lucas (PSDB-DF) é dever da sociedade “garantir às crianças e adolescentes o desenvolvimento seguro, livre de abuso e exploração sexual”.

Os senadores Chico Rodrigues (DEM-RR) e Eduardo Gomes (MDB-TO) pediram um “basta” à violência e ao abuso contra as crianças.

Já o senador Jader Barbalho (MDB-PA) destacou seu trabalho nessa frente: “Sempre pautei em minha vida pública a defesa dos direitos da criança e adolescente, com incessante trabalho para garantir educação de boa qualidade, saúde, bem estar e segurança”.

Disque 100

Os senadores também reforçaram em suas postagens na internet a importância de denunciar esses crimes telefonando para o Disque 100. O serviço funciona 24 horas, inclusive em feriados e nos finais de semana. A ligação é gratuita, garantido o anonimato.

A preocupação com o período de quarentena e a possibilidade de abusos contra menores confinados em casa por conta da epidemia de covid-19 foi levantada pela senadora Zenaide Maia (Pros-RN).

“Neste período de isolamento, assim como aumentam os casos de violência contra a mulher, aumenta a vulnerabilidade de crianças e adolescentes. Não nos calemos diante desses crimes! Disque 100”, alertou.

Em 2019, o Disque Direitos Humanos registrou 159 mil denúncias; desse total, 86,8 mil foram de violações de direitos de crianças ou adolescentes, um aumento de quase 14% em relação a 2018. Os números do país “são assustadores”, na avaliação do senador Sérgio Petecão (PSD-AC).

“Não fique em silêncio. O abuso sexual é crime”, apelou o senador Márcio Bittar (MDB-AC).

O perfil do MDB do Senado também se manifestou para incentivar a denúncia: “Denuncie e ajude a combater a violência contra crianças e adolescentes”.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Senado Agora
17h17 Salário-educação para pagamento de pessoal: Senado aprovou o Projeto de Lei 2.906/2020, que autoriza uso dos recursos do salário-educação para pagamento de pessoal durante o estado de calamidade. A matéria vai à Câmara dos Deputados.
17h04 Auxílio emergencial para agricultura familiar: O Senado aprovou o Projeto de Lei 735/2020, que destina auxílio emergencial para agricultura familiar em razão da pandemia e prorroga o pagamento de dívidas dos agricultores. A matéria vai à sanção presidencial.
Ver todas ›