Senado aprova recondução de diretora da ANS

Da Redação | 17/05/2017, 17h37 - ATUALIZADO EM 17/05/2017, 20h59

Foi aprovada pelo Senado nesta quarta-feira (17) a recondução de Simone Sanches Freire para o cargo de diretora da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). A agência é responsável pela regulação dos planos de saúde no Brasil.

Simone Sanches iniciou as atividades na agência em 2002, em contrato temporário. Em 2005, foi admitida no cargo efetivo de analista administrativo, especialidade Direito. Atuou na corregedoria da agência até novembro de 2007, quando foi aprovada no concurso público para o cargo efetivo de especialista em regulação de saúde suplementar, também na área de Direito. Desde 2014 é diretora da ANS.

Durante a sabatina na Comissão de Assuntos Sociais (CAS), realizada na manhã de hoje, Simone destacou que desde que assumiu o cargo na ANS conseguiu reduzir o tempo médio de conclusão de processos que envolvem conflitos entre beneficiários e operadoras de planos privados de assistência à saúde. Em 2013, havia 50 mil processos parados, com uma entrada anual de mais de 20 mil. Hoje, segundo ela, 16 mil aguardam resolução pela agência.

O senador Reguffe (sem partido-DF) destacou em Plenário a importância da ANS na fiscalização da atuação dos planos de saúde. Reguffe reclamou da prática das operadoras de se negar a vender planos individuais para obrigar os consumidores a adquirir planos coletivos ou empresariais, uma vez que esses planos coletivos empresariais não têm o reajuste controlado pela ANS. Além disso, esses planos também ficam liberados para terem contratos rescindidos unilateralmente quando as operadoras consideram que dão prejuízo.

— Isso não é correto. Cabe à ANS agir nesse sentido. Então, espero que a nova diretoria da ANS olhe isso com muito cuidado, com muito carinho, porque uma série de consumidores deste país vêm sendo lesados, vêm sendo enganados com essa artimanha dos planos de saúde — cobrou.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)