Adolescência e o despertar para o exercício da cidadania


Uma frase que gosta: “O homem só envelhece quando os lamentos substituem seus sonhos”. (Provérbio Chinês)

 

Meu perfil...

Ser realizado profissionalmente e fazer sua família, amigos e todos que ama felizes é o que importa para o Jovem Senador do Rio de Janeiro. Decidido a cursar a faculdade de Administração, Matheus já pensa em seguir na área de auditoria ou finanças. Para tanto, começou um estágio no Centro Administrativo da cidade, no setor de tributos. “Isso reforça ainda mais o meu desejo de permanecer seguindo rumo ao que eu quero”.

Interessado por vários temas, Matheus participou do Concurso Cultural Brasil-Japão 2015, na categoria de produção de vídeo. “Com o tema 120 anos de Amizade entre Brasil-Japão, a edição do concurso de 2015, marcou os 120 anos das relações diplomáticas entre o Brasil e Japão (1895-2015). Foi uma ótima oportunidade para refletir sobre a Importância das relações de amizade para o convívio humano. Fui classificado em 1° lugar no estado, na minha categoria”.

Sobre a participação política dos jovens, o Jovem Senador do Rio de Janeiro acredita que “o perfil dos jovens brasileiros aparenta ser indecifrável e variado demais para se enquadrar nos quesitos A ou B da polarização política. O jovem não demonstra total apoio aos partidos, mas se identifica com determinadas causas e são capazes de micro revoluções que podem modificar e muito o cotidiano nos quais estão inseridos, em busca do que é certo”. “A partir do momento que sou inserido numa sociedade e tendo a política o sentido de bem comum, se torna impossível não atuar politicamente na luta pelos direitos individuais, de um grupo ou de toda uma sociedade”.

Como figura pública de destaque, Matheus indicou a cantora Elza Soares. “Sou um grande fã dela e a admiro por ser uma mulher que conhece a si mesma, busca e defende suas escolhas, não deseja ser aceita por todos e segue sua própria tendência. E apesar da vida ter sido muito difícil, ela demostra que todos possuem a capacidade de mudar sua condição, por mais desfavorável que seja”.

Como hobby, gosta de escrever, ler, conversar, assistir filmes, escutar músicas e criar memes. Matheus ainda acha tempo para praticar corrida e ciclismo, pois acredita que é uma boa forma de “desestressar” e cuidar da saúde. Seus gêneros músicas preferidos: Pop, MPB e rock alternativo. Livro favorito, “Auto da Compadecida”, do “grande mestre Ariano Suassuna”.

 

E por falar de Jovem Senador...

Motivado pela possibilidade de escrever, um dos seus hobbies favoritos, e interessado pelas questões voltadas para o público jovem, Matheus decidiu tentar mais uma vez a vaga para o Jovem Senador. Ele já havia participado da edição de 2016. Com o estímulo de sua professora Julianna Branco, teve o apoio e o ânimo necessários para conquistar seu espaço.

Filho caçula de uma família muito unida, Matheus ficou surpreso com sua seleção para o JS 2017. “Recebi a notícia pelo meu irmão e no momento desacreditei. Depois, comemorei com muita alegria e emoção, dividi com a família e amigos essa conquista que não é só minha, mas de todos que acreditaram em mim”.

Animado com a chance de poder ajudar outras pessoas, o Jovem Senador do Rio de Janeiro já tem até uma ideia para o projeto de lei que irá propor. “Minhas expectativas são as melhores possíveis, considerando que busco sempre aprimorar o que sei e, principalmente, aprender coisas novas, além de poder apresentar o meu projeto de lei para beneficiar um grupo de trabalhadores que merecem ter vez na sociedade”.

Colégio Estadual Francisco Varella
Diretor:
Eduardo Pereira de Azevedo
Professor orientador:
Julianna Branco de Matos
Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11