Humberto Costa diz que governo Bolsonaro leva o país ao retrocesso

Da Redação | 12/03/2019, 17h41

O senador Humberto Costa (PT-PE) acusou o governo do presidente Jair Bolsonaro de levar o país ao retrocesso. Em discurso nesta terça-feira (12) em Plenário, ele afirmou que "o Brasil está absolutamente estupefato com a sequência de escândalos, alguns de escala internacional, patrocinados pelo governo Bolsonaro".

—  Estamos estacionados, estagnados, vivendo esses últimos 70 dias em cima de retrocessos, de declarações estapafúrdias, de um vai e volta sem fim em decisões de governo, de medidas absurdas, de escândalos envolvendo laranjas e milícias e projetos extremamente danosos ao povo, como essa canhestra reforma da Previdência e essa desvinculação dos limites mínimos constitucionais do Orçamento da União que vai trazer sérios prejuízos à saúde, à educação e aos servidores públicos —  disse.

O senador destacou que o  desemprego subiu e a participação da indústria no produto interno bruto (PIB) é a menor desde 1947. Humberto Costa afirmou ainda que o presidente da República, Jair Bolsonaro, usa as redes sociais, para fingir que governa e gerar crises com postagens pornográficas e escatológicas.

Meio Ambiente

Ele também apontou como grave a ação do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, no Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

— O Ministério do Meio Ambiente varreu do mapa, de uma cajadada só, 21 dos 27 superintendentes regionais do Ibama para favorecer o desmantelamento do órgão e flexibilizar as licenças ambientais com vistas a fazer avançar o desmatamento ilegal — disse o senador.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Senado Agora
15h53 Reforma tributária: Os presidentes do Senado, Davi Alcolumbre, e da Câmara, Rodrigo Maia, assinaram há pouco a criação da comissão mista que irá analisar as propostas de reforma tributária. Participarão do colegiado 25 senadores e 25 deputados.
15h26 Contrato Verde e Amarelo: A Medida Provisória 905/2019, que criou o Contrato Verde Amarelo, recebeu mais de 1.900 emendas. O relator da MP, deputado Christino Aureo (PP-RJ) acatou 476. O relatório foi lido há pouco pela comissão mista que analisa a MP.
14h37 Dívidas tributárias: A comissão mista aprovou o relatório para a MP 899/2019, que permite a renegociação de dívidas tributárias com a União e regulamenta a transação tributária. A MP segue para os plenários da Câmara e do Senado.
Ver todas ›