Plenário aprova homenagem à Rede Globo e ao Corpo de Bombeiros

Carlos Penna Brescianini | 12/02/2019, 21h03 - ATUALIZADO EM 15/02/2019, 14h53

O Senado aprovou nesta terça-feira (12) a realização de duas sessões especiais de homenagem. Uma delas vai comemorar os 54 anos da Rede Globo de Televisão e segunda vai homenagear as corporações dos Corpos de Bombeiros que atuaram nas operações de resgate após o rompimento da barragem de Brumadinho (MG).

A proposta de homenagem à Rede Globo é de autoria do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e foi apoiada pelos senadores Izalci Lucas (PSDB-DF), Dário Berger (MDB-SC), Otto Alencar (PSD-BA), Ciro Nogueira (PP-PI) e Lasier Martins (Pode-RS). Segundo Randolfe, trata-se do reconhecimento da importância da maior rede de televisão brasileira, fundada em 26 de abril de 1965, pelo jornalista Roberto Marinho.

Já a proposta de homenagem aos Bombeiros foi da iniciativa da senadora Soraya Thronicke (PSL-MS) e mais cinco outros senadores: Jorge Kajuru (PSB-GO), Leila Barros (PSB-DF), Luis Carlos Heinze (PP-RS), Alessandro Vieira (PPS-SE) e Styvenson Valentim (Pode-RN). De acordo com eles, o requerimento foi motivado pelo heroico papel que essa corporação tem realizado nos resgates apóa catástrofes como a ocorrida pelo rompimento da represa de rejeitos da empresa Vale, onde morreram mais de 300 pessoas.

Nas sessões especiais não há votações. Elas se destinam a comemorar ou homenagear um fato, pessoas ou organizações. Para serem apresentados requerimentos de sessões de homenagem é preciso a subscrição de pelo menos seis senadores.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)