CPI Mista da JBS ouvirá ex-funcionário do BNDES e ex-presidente da Caixa

Da Redação | 06/10/2017, 09h45 - ATUALIZADO EM 06/10/2017, 11h42

A CPI Mista da JBS ouvirá dois depoimentos na terça-feira (10), a partir de 9h. O ex-chefe de departamento do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) José Cláudio Rego Aranha falará à comissão como convocado. Também será ouvida Maria Fernanda Ramos Coelho, ex-presidente da Caixa Econômica Federal.

Na mesma reunião, a CPI votará uma série de requerimentos. Um deles pede a convocação de Pierpaolo Cruz Bottini, advogado do empresário Joesley Batista, do grupo JBS. Outro requerimento é de convite a Eugênio Aragão, ex-ministro da Justiça. Conforme o requerimento, Aragão é doutor em Direito e poderá colaborar com o andamento da CPI Mista.

A CPI, composta por 17 senadores e 17 deputados, foi criada para investigar supostas irregularidades envolvendo a empresa JBS em operações realizadas com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), ocorridas entre os anos de 2007 e 2016. A comissão tem como presidente o senador Ataídes Oliveira (PSDB-TO) e como relator o deputado Carlos Marun (PMDB-MS).

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)