Dário Berger defende a volta do parlamentarismo ao país

Da Redação e Da Rádio Senado | 30/09/2015, 19h32 - ATUALIZADO EM 30/09/2015, 21h14

O senador Dário Berger (PMDB-SC) ressaltou em Plenário as vantagens do parlamentarismo, afirmando que a mudança do sistema de governo poderia ter evitado o atual cenário de crise institucional. Ele citou as palavras do ex-senador Paulo Brossard, que classificou o parlamentarismo como o mais adiantado e mais moderno entre os sistemas de governo. O senador catarinense ainda sublinhou a maior clareza dos programas partidários e o aumento dos obstáculos à corrupção como vantagens do parlamentarismo.

- O presidencialismo se mostra cada vez mais inadequado diante da pluralidade da sociedade moderna e da complexidade de um país como o Brasil. O parlamentarismo impõe negociações permanentes ao Congresso com diferentes segmentos da sociedade, e o parlamentarismo é maleável e flexível.

Dário Berger mencionou a tramitação de propostas de emenda à Constituição, na Câmara e no Senado, para reinstituir o parlamentarismo. Ele lembrou que o sistema de governo foi rejeitado em 1993 em plebiscito que considerou “controverso”, mas acredita que hoje o tema pode ser recolocado em pauta de forma mais madura. Ele contrastou os atuais planos de impeachment e de renúncia com o aumento da estabilidade institucional sob o parlamentarismo

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

MAIS NOTÍCIAS SOBRE:
Senador Dário Berger