Jovens senadores querem que cidadão possa questionar notícias falsas na Justiça

03/08/2018, 10h19 - ATUALIZADO EM 03/08/2018, 13h37

Selo_Jovem_Senador_2018.jpgUma sugestão apresentada por estudantes que participaram do Programa Jovem Senador estabelece que qualquer cidadão possa entrar na Justiça para questionar a publicação de notícias falsas na internet (SUG 62/2017). A proposta ainda prevê multa diária de até R$ 300 mil ao provedor que divulgar fake news. O senador licenciado Telmário Mota (PTB-RR), relator do texto na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH), considera criminosa a divulgação de conteúdos falsos na internet e defende a punição aos responsáveis. A sugestão foi aprovada na CDH e, depois de lida em Plenário, começará a tramitar como projeto de lei. Ouça mais detalhes no áudio da Rádio Senado.



Opções: Download