Senadores defendem o fim do foro privilegiado para crimes comuns

20/11/2017, 19h34 - ATUALIZADO EM 27/11/2017, 15h13

Senadores defendem o fim do foro privilegiado para o desenvolvimento político do país. A PEC 10/2013, do senador Alvaro Dias (Podemos-PR), que trata do tema foi aprovada em maio pelo Senado. Esta semana a proposta pode ser analisada pela Câmara dos Deputados. Alvaro Dias quer uma aprovação rápida da PEC pela Câmara. Caso contrário, ele sustenta que aumentará a sensação de impunidade no país. “Se nós não acabarmos com o foro em tempo poderá restar uma sensação amarga de impunidade ao final da Operação Lava Jato, porque os políticos investigados, delatados e denunciados não serão julgados e poderão inclusive disputar as eleições do próximo ano”, sentenciou. Para o relator da proposta, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), o foro privilegiado prejudica a República.

A reportagem é de Marina Ferreira, da Rádio Senado.



Opções: Download