Representação brasileira no Parlasul aprova cooperação em defesa das crianças

07/11/2017, 20h38 - ATUALIZADO EM 07/11/2017, 20h48

A representação brasileira no Parlamento do Mercosul aprovou um acordo entre os países do bloco que cria bases de informações sobre crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade. O relator do tratado internacional, deputado Wherles Rocha (PSDB-AC), explicou que um dos objetivos da cooperação é combater de modo mais eficaz delitos como tráfico e sequestro de menores. No Brasil, dados de 2015, apontam um caso de sequestro internacional a cada três dias. O acordo ainda precisa ser aprovado pela Câmara dos Deputados e pelo Senado. Neste mês de novembro, a representação brasileira vai participar de reuniões no Uruguai. A reportagem é de Marina Ferreira, da Rádio Senado.



Opções: Download