Assassinato de jornalista poderá ser considerado crime hediondo

16/09/2016, 16h49 - ATUALIZADO EM 16/09/2016, 16h54

O Senado analisa uma proposta que pode incluir o assassinato de jornalistas na lista de crimes hediondos (PLS 329/2016). O autor do projeto, senador licenciado Acir Gurgacz (PDT-RO), afirma que os últimos casos de mortes de jornalistas no país demonstram que a categoria está desprotegida. Para ele, a medida traria mais segurança para esses profissionais. A proposta aguarda análise na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), como informa a repórter da Rádio Senado, Paula Groba.



Opções: Download


MAIS NOTÍCIAS SOBRE:
CCJ Crimes Hediondos Jornalismo Justiça