Adolescência e o despertar para o exercício da cidadania


Thalita Pacher

Thalita Pacher
  • Colocação no estado: 1ª colocada estadual
  • Ano de participação: 2019
  • Escola: Escola de Educação Básica Osvaldo Cruz
  • Cidade: Rodeio - SC
  • Professor(a): Ivonete Tambosi Withoeft
  • Cargo na Mesa Diretora:Vice-Presidente

Pergunta - Já escolheu em que área quer estudar / trabalhar? Tem algum projeto profissional em vista?

Resposta – Pretendo estudar ciências econômicas, pois quando se fala em produção, distribuição e negociação, são coisas das quais tenho certa afinidade.

P - Você atua e/ou pretende atuar na política com mandato eletivo? É filiado a algum partido político?

R – No momento não, mas futuramente com a experiência que irei adquirir no Senado, juntamente com a graduação em Ciências Econômicas, talvez eu pretenda atuar na política. Não sou filiada a nenhum partido.

P - Como você acha que deve ser a participação política dos jovens em sociedade?

R – Devemos expor nossas opiniões, sermos mais ativos e participativos nas questões sociais. Podemos ser protagonistas, por meio de nossas atitudes e de nosso envolvimento, pois o futuro nos pertence, e podemos fazer a diferença.

P - Você conhece alguém que seja inspirador? Por quê?

R – Meus pais, inspiram-me não só pelas conquistas que vejo hoje, mas porque batalharam muito para chegar onde estão. Incutiram no meu coração, desde pequena, que para vencer devemos trabalhar duro e sacrificar alguns finais de semana para que possamos realizar nossos sonhos.

P - Qual o seu hobby?

R – Pratico equitação, arquearia, e estou sempre procurando algo novo para fazer, afinal, devemos nos superar sempre.

P - Qual é o seu livro favorito?

R – Não tenho um livro favorito, mas além de ler notícias, e-books, também gosto de ler livros como os de treinamento de excelência da mente (TEM).

P - Qual o papel de sua família na sua formação?

R – São aquelas pessoas maravilhosas que me incentivam, me motivam e lutam para eu me tornar alguém que faça a diferença na vida dos outros.

P - O que a motivou a participar do Jovem Senador 2019?

R – O que motivou foi a relevância da temática do concurso, por ser um tanto complexa e polêmica.

P - Alguém ajudou a motivá-la para participar do Jovem Senador 2019?

R –Minha professora de língua portuguesa, Ivonete Tambosi  Withoeft, que desde o início disse que eu tinha ideias coerentes e reflexivas, de acordo com a proposta do concurso. Minha família também me apoiou muito.

P - Conte como foi a seleção para o Jovem Senador em sua escola.

R – Algumas turmas da escola participaram do concurso. Foram escolhidas as melhores da turma e por fim uma equipe administrativa escolheu a melhor, no caso a minha.

P - Como foi a repercussão em sua escola sobre a notícia de sua classificação para o Jovem Senador?

R – A repercussão com a notícia de minha classificação foi muito positiva, pois a vitória foi coletiva. Discutimos muito sobre o assunto, aprendemos, socializamos e refletimos sobre o tema. Foi muito polêmico devido as estatísticas das ações governamentais, que às vezes não atendem a maioria. Essa reflexão acerca da educação política para jovens instiga e oportuniza o desenvolvimento de nossos futuros parlamentares.

P - Cite uma frase que você gosta.

R – Deus não escolhe os capacitados, mas capacita os escolhidos. (autor desconhecido)

Escola de Educação Básica Osvaldo Cruz
Diretor:
Evair Eduardo Cipriani
Professor orientador:
Ivonete Tambosi Withoeft
Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11