Cidadão que acompanha o orçamento público dá valor ao Brasil


Pedrinho Nascimento da Silva

Pedrinho Nascimento da Silva
  • Ano de participação: 2016
  • Cidade: Rio Branco - AC
  • Escola: José Ribamar Batista
  • Formação: Licenciatura em Letras/Português e Literaturas; Mestrando em Letras Português
  • Estudante finalista: Soraia de Freitas Barbosa

Minha vida profissional

Com apenas seis anos de sala de aula, o professor Pedrinho já traz a vivência da área privada e da escola pública. Deu aulas no Ensino Fundamental e Médio, leciona no Serviço Social da Indústria – Sesi da cidade de Cruzeiro do Sul e na Faculdade da Amazônia Ocidental – FAAO.

Com experiência na área de Linguística Textual, atua principalmente na produção textual com base na perspectiva de gêneros e coordena o Grupo de Trabalho “Gêneros textuais e ensino: compreendendo a relação entre teoria e prática”, do Simpósio de Letras da UFAC. Atualmente, o professor Pedrinho supervisiona o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à docência – PIBID de Língua Portuguesa e leciona as disciplinas de Leitura Produção e Interpretação de textos, Expressão e Comunicação e Metodologia do Trabalho Científico, nos cursos de Administração, Serviço Social, Análise de Sistemas e Contabilidade da Faculdade da Amazônia Ocidental – FAAO.

Cheio de iniciativas e projetos multidisciplinares, o professor Pedrinho ainda encontra tempo para escrever poemas. “Tenho alguns projetos desenvolvidos na comunidade escolar. No momento, em parceria com as professoras de arte, filosofia e sociologia da escola estadual, estou coordenando o projeto ‘Memórias, lembranças e saudades’ a ser realizado em 19 de novembro, do corrente mês”. O professor também coordena outras ações educativas como: “Cinema na Comunidade” (2016), pela FAAO; “Aplicativos para aprendizagem”, (2016); “Uma noite com Vinicius de Moraes” (2015), pela SEE; “Revolução Acreana: um diálogo entre a literatura e a história” (2014), pelo SESI; Palestra: dissertação-argumentativa do ENEM (2016), em parceria com o PIBID; entre outras atividades.

O professor Pedrinho participa do Jovem Senador há três anos: “Tem sido um trabalho gratificante, visto que o projeto amplia o conhecimento de todos os participantes e permiti construir a capacidade de escrever com mais qualidade, além disso, a experiência com o projeto é sempre gratificante, pois o resultado é sempre positivo: todos que se envolvem aprendem. Professor e alunos trabalham mais próximo, integrados. Tornam-se pesquisadores, compartilham conhecimentos e buscam soluções de problemas. Reconstruindo-se como indivíduos pensantes e criativos”.

O trabalho de apresentação e mobilização dos alunos na Escola José Ribamar Batista foi desenvolvimento pelo professor Pedrinho e orientado pela Coordenadora Estadual do Jovem Senador no Acre, Vera Pires, e teve várias etapas de produção: “Reservei todas as segundas-feiras de agosto e setembro para trabalhar o gênero com os alunos. Construímos alguns textos com temas diversos. Depois solicitei que pesquisassem sobre o tema do concurso do ponto de vista geográfico e histórico. Posteriormente, discutimos o tema em classe e solicitei as produções. E fui posteriormente, reescrevendo com os alunos os textos e propondo discussões. Alguns alunos foram se destacando e evoluindo. Então solicitei que entregassem o texto final. Dos 123 alunos com os quais trabalho, apenas 36 entregaram a última versão do texto. Orientei para mais uma produção e entre elas três produções se destacaram. Orientei mais uma vez os três que finalistas, solicitando que reconstruíssem seus textos. A aluna vencedora teve o texto encaminhado, foi ela também que mais se empenhou”.

O professor orientador Pedrinho acredita que o Jovem Senador ajudou na formação de seus alunos e tem certeza que depois da vitória da aluna Soraia de Freitas Barbosa, muitos outros estudantes se sentiram estimulados a participar do projeto. Seu sentimento após saber do resultado: “Realizado, foi gratificante. Ver que ela superou seus limites deixou-me imensamente feliz por ter contribuído com a aprendizagem dela”.

 

Uma mensagem para seus alunos

“Persistir sempre. Não parar diante dos obstáculos, pois vencê-los nos faz fortes para encarar desafios maiores. E o conhecimento deve ser a sua busca incansável”.

Endereço: Telefone:
(68) 32253409 - Fixo
Diretor:
Sirlene Pereira Luz
Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11