Senadores querem sessão de debates sobre o plano nacional de vacinação contra a covid-19

Da Redação | 08/12/2020, 21h49

O senador Esperidião Amin (PP-SC) pediu nesta terça-feira (8) celeridade da votação do requerimento (RQS 2.861/2020) pela realização de uma sessão temática para discutir a apresentação do plano de vacinação do governo federal e dos governos estaduais contra a covid-19.

Para a sessão foram propostas as presenças do ministro da Saúde Eduardo Pazzuelo; da coordenadora nacional do Programa de Imunização, Francieli Fantinato; e do secretário de Vigilância em Saúde da Anvisa, Arnaldo Medeiros, entre outros. O requerimento é o segundo item previsto na pauta de votação do Plenário do Senado desta quarta-feira (9).

— Nós não podemos fechar este ano sem um debate, pelo Senado, em sessão temática, deste tema. Nós não podemos fechar a Casa, tenha ou não tenha sessão presencial, semana que vem, sem agendar uma sessão temática para debater o plano nacional de vacinação, especialmente quando nós sabemos que existem hoje, teoricamente, 71 vacinas sendo testadas pelo mundo afora. E com o início de vacinação, ainda que tímido, havido hoje no Reino Unido, acho que é natural que a nossa aflição e a nossa esperança se transformem em fato cada vez mais concreto — defendeu Esperidião Amin.

CoronaVac

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) criticou a previsão do Ministério da Saúde de mais 60 dias para a certificação das vacinas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

— Nós já temos uma vacina na sua última fase de testes no Brasil, que é a CoronaVac, que está sendo desenvolvida pelo Instituto Butantan e pelo governo do Estado de São Paulo. No dia de hoje, o Reino Unido já começou a vacinação. Antes de terminar o ano, outros países o farão. Então, quero apelar ao governo, que não pode continuar titubeando como está na questão fundamental da resolução da vacina — disse o senador.

Respostas

Para Izalci Lucas (PSDB-DF), o debate é importante para que sejam respondidas as perguntas dos parlamentares dirigidas ao ministro da Economia, Paulo Guedes, que ficaram sem esclarecimento na reunião da comissão mista que analisa as medidas do Poder Executivo no enfrentamento à pandemia de covid-19.  

 — Nós fizemos uma audiência na reunião [da comissão] da covid, o ministro fez uma exposição, mas quando dos questionamentos, ele teve que se ausentar, porque tinha uma reunião com o presidente, e não respondeu. Deixou uma assessoria. Então peço também, pelo PSDB, o reforço da aprovação desse requerimento.

Compra de vacinas

Pelas redes sociais, Marcelo Castro (MDB-PI), que também assina o requerimento, declarou que a intenção é comprar todas as vacinas disponíveis, sem preconceitos.  

“Ao longo da história, as vacinas foram fundamentais para nossa saúde e para erradicar doenças.  Todas elas são seguras e são eficazes. Primeiro, nós só poderemos comprar vacinas, se foram aprovadas pela Anvisa. Evidentemente que essas também já foram aprovadas pela Inglaterra, Alemanha, Rússia, China, e os Estados Unidos. E aqui nós vamos só replicar aquilo que os outros países mais desenvolvidos já fizeram. E naturalmente vai ser validado aqui no Brasil. E aí nós vamos precisar de todas elas, não podemos ter preconceito com nenhuma”, declarou.

O líder do governo, senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), afirmou que o presidente da República, Jair Bolsonaro, garantiu que as vacinas registradas, de qualquer procedência, farão parte do plano de imunização do Brasil, desde que sejam aprovadas pela Anvisa.

 — E hoje o ministro da Saúde também trouxe uma notícia muito alvissareira, de que as vacinas aprovadas em outros países poderão ser aprovadas de forma especial em um prazo de 72 horas. Portanto, nós estamos agora com uma avenida muito grande no sentido de ter acesso às vacinas reconhecidas em outros países — declarou.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Senado Agora
13h24 Fabricantes de vacinas: Os senadores da Comissão Temporária da Covid-19 aprovaram requerimento para realizar audiência pública com representantes das fabricantes Euforfarma, Hipofarma e União Química (REQ 45/2021).
13h21 Médicos e pesquisadores: Os senadores da Comissão Temporária da Covid-19 aprovaram requerimento para ouvir em audiência pública os médicos e pesquisadores Natalia Pasternak, Margareth Dalcolmo, Mauro Borges e Fabrício Silva (REQ 43/2021).
13h12 Associações médicas: A Comissão Temporária da Covid-19 aprovou requerimento de audiência com presidentes das associações médicas de Otorrinolaringologia e Pneumologia e com o secretário de Atenção Especializada, do Ministério da Saúde (REQ 42/2021).
Ver todas ›