Girão diz ter esperança em decisão favorável à prisão em segunda instância

Da Redação | 07/11/2019, 18h29

O senador Eduardo Girão (Podemos-CE) disse em Plenário nesta quinta-feira (7) ter esperança de que o Supremo Tribunal Federal (STF) mantenha a decisão sobre a prisão de condenados em segunda instância. Para ele, o atual entendimento da Corte fez com que o Brasil avançasse no combate à corrupção, como foi com a Operação Lava Jato.

— Com a operação Lava Jato, nós tivemos, pela primeira vez, grandes empresários, políticos poderosíssimos, de colarinho branco, realmente passando por aquilo que deveriam passar, que é prestando contas com a Justiça, presos, condenados. Essa é a realidade — disse.

Girão ressaltou que a população está acompanhando o julgamento neste momento, e que, caso os magistrados decidam pela reversão do entendimento, o Congresso irá legislar sobre o assunto.

— Se o Supremo não der esse presente à população brasileira, nós aqui do Senado Federal e a Câmara dos Deputados, nós temos obrigação moral de dar. Obrigação moral de dar essa boa vontade, esse gesto de ética ao povo brasileiro, que é a manutenção da prisão em segunda instância — afirmou Girão.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Senado Agora
20h18 Crédito para micros e pequenas empresas: Senado aprovou contratação de empréstimo junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) no valor de US$ 750 milhões para iniciativas inovadoras de acesso ao crédito. O PRS 48/2020 vai à promulgação.
19h39 ANA: O nome de Vitor Eduardo de Almeida Saback foi aprovado por 39 votos a 5 pelo Senado para o cargo de diretor da Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA). A mensagem (MSF 67/2020) segue para promulgação.
19h32 Anvisa: O Plenário aprovou a indicação de Cristiane Rose Jourdan Gomes para o cargo de diretora da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A mensagem (MSF 65/2020), aprovada por 33 votos a 8, vai à promulgação.
Ver todas ›