Reforma da Previdência representa uma das maiores violências contra as mulheres, afirma Zenaide

Da Redação | 15/10/2019, 17h12

Ao destacar o Dia do Professor, comemorado nesta terça-feira (15), a senadora Zenaide Maia (Pros-RN) disse em Plenário que a reforma da Previdência (PEC 06/2019) representa uma das maiores violências contra as mulheres, já que representam mais de 70% do corpo docente do país.

Zenaide mencionou dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) segundo os quais há 30,5 milhões de lares do Brasil chefiados por mulheres que ganham menos de dois salários mínimos por mês. A senadora observa que a reforma (PEC 6/2019) condena essas mulheres a mais sete anos de trabalho para se aposentarem com a idade mínima exigida, que conforme o texto, passará a ser de 62 anos.

— Essas mulheres, 30,5 milhões, que trabalham 44 horas semanais, cuidam da família, cozinhando, lavando, passando, a grande maioria faz o almoço do dia seguinte para deixar pronto para os filhos. E aqui — já foi aprovado na Câmara em duas instâncias e aqui já na primeira instância — estão condenando 30,5 milhões de lares deste país que são chefiados por mulheres e que ganham, no máximo dois salários mínimos. Essas mulheres estão condenadas a trabalharem mais sete anos, mesmo que elas trabalhem dia e noite sem parar — afirmou.

Zenaide Maia também criticou o aumento da idade mínima para aposentadorias de profissionais que atuam em atividade de risco como mineiros e trabalhadores da petroquímica, além da mudança das regras para aqueles que trabalham na área da saúde.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Senado Agora
19h11 Violência doméstica: Senado aprova o PL 2.510/2020, que obriga moradores e síndicos de condomínios a informarem casos de violência doméstica às autoridades competentes. Texto vai à análise da Câmara dos Deputados.
18h38 Prioridade à mulher: Vai à sanção o PL 2.508/2020, que prioriza a mulher como provedora para receber o auxílio emergencial destinado a família monoparental. Pelo texto, o recurso só vai para o pai quando comprovada a guarda unilateral do dependente.
17h30 Proteção aos bancos: Senado aprova PLV 21/2020, decorrente da MP 930/2020, que protege os bancos com investimento no exterior da perdas por variação cambial. O texto segue para sanção presidencial.
Ver todas ›