Telmário Mota ressalta importância da ida de ministros a Roraima

Da Redação | 08/04/2019, 18h39

Representantes do governo federal devem comparecer a Roraima nesta semana para verificar a situação energética do estado e também visitar e acompanhar as ações desenvolvidas com os refugiados venezuelanos. A notícia foi comemorada pelo senador Telmário Mota (RR), líder do Pros, em discurso no Plenário, nesta segunda-feira (8). Deverão integrar a comitiva: o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque; Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes; Agricultura, Tereza Cristina; Meio Ambiente, Ricardo Salles; Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves e o ministro-chefe da Secretaria de Governo da Presidência, Carlos Alberto dos Santos Cruz.

— Esses ministros que irão à Roraima vão levando em suas malas a esperança do nosso povo. Roraima hoje é o Estado mais violento do Brasil, o que detém o maior número proporcional de pessoas vivendo abaixo do nível da extrema pobreza, ressaltou.

Para o senador, espera-se do ministro de Minas e Energia uma ação efetiva para a crise elétrica que vive o estado. Ele solicitou que inicie as obras para levar ao estado a energia de Tucuruí, “uma energia forte, sólida”, que na sua opinião, dará segurança aos investidores.

Para a pasta de Ciência e Tecnologia, ele aguarda uma proposta de incentivo à industrialização do estado. Na Agricultura, as questões colocadas como prioridade por Telmário Mota são a situação da mosca da carambola que atinge os exportadores da fruta e as doenças endêmicas dos equinos, além de uma ação efetiva para o desenvolvimento da agricultura na região.

O senador informou que 63 % das terras do estado são improdutivas por conta das demarcações ambientais, indígenas e áreas institucionais e militares. Resolver essa questão é uma prioridade para o Ministério do Meio Ambiente. Ele ainda lembrou que a violência contra as mulheres, a juventude, os pobres e os indígenas tem crescido no estado, e é um dos assuntos que a ministra Damares Alves receberá como prioridade.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Senado Agora
12h06 Tecnlogia 5G: A Comissão de Ciência e Tecnologia aprovou o Requerimento 62/2019, para criar uma subcomissão temporária para acompanhar a implantação da tecnologia 5G de telefonia móvel. O colegiado vai ser composto por cinco senadores.
12h06 Rádios comunitárias: A Comissão de Ciência e Tecnologia aprovou, em caráter terminativo, 13 autorizações para rádios comunitárias nos estados de Pernambuco, Santa Catarina, Paraná, Tocantins, Ceará e Rio Grande do Sul.
11h47 Participação popular: Aprovada na Comissão de Ciência e Tecnologia a proposta que define hipóteses de bloqueio de usuários do portal e-Cidadania, de participação popular no Senado. O PRS 65/2019 segue para análise na Comissão Diretora.
Ver todas ›