Violência contra a mulher será debatida na CDH nesta quarta-feira

Carlos Penna Brescianini | 26/02/2019, 18h43

O combate à violência contra a mulher será o tema da audiência pública desta quarta-feira (27) na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH). A reunião é parte do ciclo “A Violência no Brasil” e contará com a presença de Soraia Mendes, do Comitê Latino-Americano e do Caribe para a Defesa dos Direitos da Mulher; de Kerstin Schinnerl, da embaixada da Áustria; Rosa Logar, da rede austríaca Casa da Mulher, e Ilana Trombka, diretora-geral do Senado. Também foram convidados para participar representantes do governo, especialmente da Secretaria de Direitos Humanos.

Segundo o senador Paulo Paim (PT-RS), que requereu a realização da audiência, o Brasil continua a ser um dos países onde mais ocorrem agressões contra mulheres. Ele se declarou preocupado com a redução e mesmo o cancelamento de programas e políticas de proteção à mulher.

— Mais de 2 mil e 300 mulheres são assassinadas anualmente somente por serem mulheres, o feminicídio. Fora os crimes de natureza sexual, como estupro, que atinge mais de 500 mil mulheres por ano. Há uma necessidade de debatermos e mostrarmos soluções para essa questão tão grave.

O senador destacou a participação da pesquisadora austríaca Rosa Logar, que investiga o problema da agressão às mulheres.

— A contribuição do conhecimento dela com certeza se somará ao esforço que a CDH está travando em defesa dos direitos das minorias.

A audiência está programada para ocorrer após as votações de seis itens que fazem parte da primeira metade da reunião da CDH, às 9h. A audiência será realizada em caráter interativo, com a possibilidade de participação popular. As pessoas que tenham interesse em participar com comentários ou perguntas, podem fazê-lo por meio do Portal e-Cidadania (www.senado.leg.br/ecidadania) ou do Alô Senado (ligação gratuita pelo telefone 0800-612211).

COMO ACOMPANHAR E PARTICIPAR

Participe:
http://bit.ly/audienciainterativa
Portal e-Cidadania:
senado.leg.br/ecidadania
Alô Senado (0800-612211)

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)