Avança proposta que amplia uso do dinheiro do Fundo de Aviação Civil

Da Redação | 11/12/2018, 15h13 - ATUALIZADO EM 17/12/2018, 14h22

A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) aprovou nesta terça-feira (11) proposta para facilitar a ampliação de aeroportos no país. O PLS 468/2017 autoriza o uso dos recursos do Fundo Nacional de Aviação Civil (Fnac) para desapropriações de áreas destinadas ao incremento da infraestrutura aeroportuária. A votação foi feita nesta terça-feira (11), e o texto, que é do senador Dalirio Beber (PSDB-SC), segue agora para a Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI).

O senador assinala que um dos grandes entraves para a ampliação de aeroportos é exatamente a indisponibilidade de área, cuja solução, via de regra, passa pela desapropriação, processo que tem os seus custos jurídicos e econômicos, notadamente pela falta de recursos específicos.

O relator Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) concordou com a iniciativa e não apresentou emendas.

Segundo ele, a legislação já admite implicitamente essa hipótese, mas não está suficientemente claro que os recursos do Fnac possam ser utilizados especificamente em desapropriações.

"A aprovação da proposta poderá viabilizar o enfrentamento mais ágil dos gargalos da infraestrutura dos aeroportos brasileiros, trazendo desenvolvimento econômico para o Brasil e uma maior competitividade dos nossos produtos"  alegou em seu voto.

Bezerra lembrou ainda que a proposição não provoca impacto orçamentário, visto que não cria nem altera despesa obrigatória ou renúncia de receita e nem dispõe sobre a concessão ou ampliação de incentivo ou benefício de natureza tributária.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Senado Agora
16h09 Canudos e plásticos: A Comissão de Meio Ambiente (CMA) aprovou o Projeto de Lei do Senado 263/2018, que proíbe a produção e o uso de canudos e sacolas de plástico no Brasil. A matéria segue para o Plenário.
15h57 Informações ambientais : A Comissão de Meio Ambiente (CMA) aprovou o Projeto de Lei do Senado 458/2018, que permite aproveitar informações de impacto ambiental em licenciamentos na mesma área geográfica. A matéria segue para a Câmara.
15h23 Descarte de medicamentos : A Comissão de Meio Ambiente (CMA) aprovou Projeto de Lei do Senado 375/2016 que insere medicamentos de uso humano no rol de produtos com descarte responsável. A matéria segue para a Comissão de Assuntos Sociais (CAS).
Ver todas ›