Hélio José agradece pelos votos na eleição para deputado e apoia Fernando Haddad

Da Redação | 09/10/2018, 19h52 - ATUALIZADO EM 09/10/2018, 20h05

O senador Hélio José (Pros-DF) afirmou em Plenário, nesta terça-feira (9), que o Brasil terá uma eleição plebiscitária no dia 28 de outubro, ao escolher o próximo presidente da República. Para o senador, a disputa contrapõe uma candidatura que considera antidemocrática, a de Jair Bolsonaro (PSL), e outra comprometida com a continuidade da democracia, a de Fernando Haddad (PT). O senador conclamou os colegas a lutarem contra o fascismo.

Não votem nesse fascista, para não ter o Brasil com barricadas na rua! Não votem nesse fascista do Bolsonaro, para que a gente não tenha um Brasil de guerra civil, para que a gente não tenha um Brasil explosivo! Temos de cobrar da CNBB [Conferência Nacional dos Bispos do Brasil], cobrar do Conselho Nacional de Pastores, responsabilidade com a vida pública! Porque não é possível que o Brasil escolha esse caminho das trevas, da escuridão, da destruição, de arma, da desorientação, da falta de proposta para a geração de emprego, da falta de proposta para a economia. Não é possível que o Brasil vá optar por isso! — afirmou.

Hélio José afirmou que Haddad "não é santo" e que o "PT cometeu muitos erros", mas não há outra alternativa.

— Entre o mal e a tragédia, é melhor ter o mal do que a tragédia! Entre o desastre para o Brasil e um governo que possa fazer alguma coisa, pelo menos que possamos ter condição de andar com os nossos filhos na rua; que tenhamos condição de ter um Brasil honesto. Eu prefiro acreditar que o Haddad pelo menos fará isso — continuou.

O senador também agradeceu aos 16.529 eleitores que votaram nele para deputado federal. Hélio José lamentou a derrota, mas destacou ter feito uma campanha limpa, após um trabalho intenso como senador da República. Ele enumerou seus feitos como senador, como a relatoria da CPI da Previdência, e reconheceu a tristeza por não poder colocar em andamento seus projetos na Câmara. Dos oito deputados federais eleitos pelo Distrito Federal, Hélio José destacou a honestidade e competência do Professor Israel (PV). E criticou três dos novos deputados, que para ele venceram pelo poder econômico, tendo feito campanhas milionárias.

Hélio José prometeu ainda continuar a lutar pelos direitos dos servidores públicos e pelas bandeiras que levantou no Senado.

Como cidadão e militante, continuarei firme na defesa do trabalhador, contra um possível retorno da reforma da previdência, a favor da regularização fundiária no Distrito Federal e por tudo que seja bom para o Distrito Federal. Estaremos juntos trabalhando para isso, para o Brasil e para a nossa gente, principalmente a gente humilde do Nordeste brasileiro, a quem eu quero abraçar, cumprimentar pela atitude corajosa de dizer um não ao racismo, um não ao fascismo, um não àqueles que pregam a antifamília, que pregam o anti-Brasil, um não ao bolsonarismo, um não à ignorância, um não ao porte de arma.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)