Pedro Chaves comemora os 40 anos de emancipação de Mato Grosso do Sul

Da Redação | 11/10/2017, 15h34 - ATUALIZADO EM 11/10/2017, 16h09

O senador Pedro Chaves (PSC-MT) destacou em Plenário, nesta quarta-feira (11), os 40 anos de criação do estado de Mato Grosso do Sul. Ele afirmou que foi a concretização do sonho cultivado por mais de um século e que motivou sucessivos movimentos separatistas na região sul de Mato Grosso. Ele lembrou que a emancipação se deu em 1977, por meio de ato do então presidente, o general Ernesto Geisel (1907-1996). Para o senador, a criação do estado resultou em benefícios para o antigo e o novo estado.

Pedro Chaves observou que há diferentes explicações sobre a decisão de Geisel. Como o de aumentar a base de apoio parlamentar ao regime militar vigente, com mais três senadores. Ou ainda "interesses geoestratégicos" para a região de fronteira. Mas para ele o determinante foi o intenso processo de desenvolvimento da região entre os anos 60 e 70, com a introdução de capitais e inovação tecnológica, principalmente na agricultura e na pecuária.

— O processo de modernização econômica e social que o sul conquistou não cabia mais na camisa de força de Cuiabá, que submetia Campo Grande a todos os seus caprichos — afirmou.

Pedro Chaves disse que ele e sua família têm orgulho por terem contribuído para o desenvolvimento de Mato Grosso do Sul, onde construíram escolas, faculdades e universidades. Como senador, cargo que exerce há pouco mais de um ano, afirmou ter apresentado emendas em favor de 45 municípios. E trabalha em favor da aprovação de empréstimo de US$ 45 milhões para obras de revitalização do centro de Campo Grande.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)