Eunício diz que aguarda notificação do STF sobre decisão de afastar Aécio Neves

Da Redação | 27/09/2017, 11h21 - ATUALIZADO EM 27/09/2017, 21h30

O presidente do Senado, Eunício Oliveira, afirmou nesta quarta-feira (27) que o Senado precisa ser notificado sobre o teor da decisão tomada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) para saber de que forma a Casa vai agir ou se não vai agir. Na terça-feira (26), os ministros da Primeira Turma do Supremo negaram o pedido da Procuradoria Geral da República (PGR) de prisão do senador Aécio Neves (PSDB-MG), mas determinaram o seu afastamento do mandato e o recolhimento noturno do senador em casa.

- Enquanto eu não receber a notificação do Supremo, não tenho como me manifestar sobre algo que apenas a imprensa cobriu. Não sou analista da imprensa. Sou presidente do Congresso e tenho que manifestar sobre dados concretos. Só falo sobre dados concretos - esclareceu aos jornalistas assim que chegou ao Senado.

Eunício disse ainda que a Constituição é bastante clara sobre os mandatos eletivos de deputados e senadores e é a Carta que determina o que deve ser feito.

- Não é o presidente do Senado que toma iniciativa nem o presidente do Congresso que toma a decisão. Se a Constituição foi ferida por uma decisão, e cabe ao Senado tomar a decisão baseado na Constituição, obviamente que o Senado tomará as providências - explicou.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)