Senado aprova indicação de advogado para integrar Conselho Administrativo de Defesa Econômica

Da Redação | 19/09/2017, 18h58 - ATUALIZADO EM 19/09/2017, 20h28

Senado aprovou nesta terça-feira (19) a indicação do advogado Walter de Agra Júnior para chefiar a Procuradoria Federal Especializada junto ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). Como procurador-chefe, Agra representará o Cade perante o Judiciário. O mandato é de dois anos.

Agra foi sabatinado pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) na manhã desta terça e, para os senadores, defendeu uma maior atuação do Cade no combate à concentração bancária. O advogado também defendeu a divulgação dos acordos de leniência, após a homologação pelo Cade.

Paraibano de Campina Grande, formado pela Universidade Estadual da Paraíba, Agra foi promotor de Justiça em Pernambuco e conselheiro seccional e federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), onde cuidou da unificação nacional do exame de ordem. Está no segundo mandato no Conselho Nacional do Ministério Público. Foi assistente parlamentar do ex-senador Cícero Lucena (PSDB-PB). É professor da Universidade Federal da Paraíba.

Os senadores Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), José Maranhão (PMDB-PB) e Lindbergh Farias (PT-RJ) destacaram a competência de Agra na carreira jurídica e elogiaram sua indicação para o Cade.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)