Comissão debate proposta de Desmatamento Zero na próxima quarta

Da Redação | 04/05/2017, 11h13 - ATUALIZADO EM 08/05/2017, 13h05

A importância do Desmatamento Zero para o Brasil e os caminhos para que seja atingido serão tema de debate na próxima quarta-feira (10), às 14h, na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH). A audiência foi requerida pelo senador João Capiberibe (PSB-AP).

A audiência também serve de apoio à Sugestão Legislativa (SUG) 6/2015, que institui o Desmatamento Zero no país e dispõe sobre a proteção de florestas nativas. A sugestão teve o apoio de mais de 1,4 milhão de pessoas e é relatada por Capiberibe.

Em seu requerimento, o senador afirmou que, embora as florestas sejam essenciais para a produção de alimentos, a purificação do ar e a prevenção de eventos climáticos catastróficos, elas continuam sendo devastadas.

"Apenas na Amazônia brasileira, já perdemos mais de 760 mil quilômetros quadrados de matas nativas. Na década de 70, o desmatamento na região era de apenas 1%. Em 45 anos, essa devastação já supera os 19% ", afirmou o senador em sua justificativa.

Capiberibe lembrou ainda que a paralisação da demarcação de terras indígenas, o avanço do agronegócio, a extração ilegal de madeira e a execução de grandes obras de infraestrutura, como as hidrelétricas, estão pressionando fortemente o bioma.

"Esse modelo predatório de desenvolvimento está ancorado em uma visão que coloca as florestas apenas como regiões ricas em recursos ainda inexplorados, que devem ceder espaço para a produção agropecuária, energia e exploração de minérios", alertou.

A reunião será realizada no plenário 6 da ala Senador Nilo Coelho e será interativa. Os cidadãos poderão participar por meio do portal E-Cidadania e pelo Alô Senado (08006122211).

COMO ACOMPANHAR E PARTICIPAR

Participe:
http://bit.ly/audienciainterativa
Portal e-Cidadania:
www.senado.gov.br/ecidadania
Alô Senado (0800-612211)

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)