Ana Amélia pede investigação sobre folheto distribuído para atemorizar a população

Da Redação e Da Rádio Senado | 30/03/2016, 16h13 - ATUALIZADO EM 04/04/2016, 12h51

A senadora Ana Amélia (PP-RS) cobrou das autoridades investigação de responsáveis pelo teor de um folheto distribuído em Brasília com o objetivo de atemorizar a população contra a oposição ao governo da presidente Dilma Rousseff.

De acordo com Ana Amélia, no documento, supostamente elaborado pela Central Única dos Trabalhadores (CUT), há a ameaça de que, caso seja aprovada a abertura do processo de impeachment da presidente da República, as estatais serão privatizadas e serão extintos direitos como o 13º salário, as multas por demissão, as horas-extras e ainda os beneficíos estabelecidos pelos Programas como o Bolsa-Família, o Prouni e o Pronatec.

— Mentem descaradamente como fizeram nas eleições, na minha campanha, no Rio Grande do Sul, foi isso o que fizeram contra a mim. Isso é uma intimidação — disse Ana Amélia em Plenário, nesta quarta-feira (30).

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)