Procuradoria Especial da Mulher vai debater educação inclusiva

Da Redação | 22/02/2016, 17h49 - ATUALIZADO EM 22/02/2016, 18h53

A educação inclusiva voltada para o autismo e a síndrome de Down é o tema da edição de fevereiro do projeto Pauta Feminina, uma iniciativa da Procuradoria Especial da Mulher do Senado e da Secretaria da Mulher da Câmara dos Deputados. O assunto será debatido em audiência pública interativa no Senado nesta quinta-feira (25), às 10h.

Para participar do evento foram convidadas a especialista em autismo da Clínica Aprender, Maria de Lourdes Dias Rodrigues; a coordenadora-geral de Saúde da Pessoa com Deficiência do Ministério da Saúde, Vera Lúcia Ferreira Mendes; e a especialista em Autismo da Clínica Saber, Lourdes Dias.

Também estarão presentes a diretora de Políticas de Educação Especial da Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão do Ministério da Educação, Martinha Clarete Dutra dos Santos; a diretora do Movimento Orgulho Autista do Brasil (Moab), Adriana Monteiro; e o presidente do Instituto Ápice Down, Karlo Quadros.

A Procuradoria Especial da Mulher do Senado foi criada com o objetivo de zelar, fiscalizar e incentivar os direitos da mulher, criando mecanismos de empoderamento, especialmente em situações de desigualdade de gênero. O respeito à dignidade humana e à diversidade, bem como a busca permanente pela universalização dos direitos humanos são alguns dos valores da Procuradoria. No Senado, a procuradora da Mulher é a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM). Na Câmara, é a deputada Elcione Barbalho (PMDB-PA).

Quem tiver interesse em participar da audiência com comentários ou perguntas pode fazê-lo por meio do Portal e-Cidadania ou do Alô Senado (0800 61 22 11). O evento será realizado no Plenário 6 da Ala Nilo Coelho.

COMO ACOMPANHAR E PARTICIPAR

Participe:
http://bit.ly/audienciainterativa
Portal e-Cidadania:
www.senado.gov.br/ecidadania
Alô Senado (0800-612211)

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)