Oposição quer derrubar vetos a projeto que ampliava auxílio emergencial

15/05/2020, 19h37

Um dos autores do projeto (PL 873/2020que ampliava o auxílio emergencial, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), considera "covardes" os vetos presidenciais ao pagamento de R$ 600 para mais de 70 categorias profissionais. O outro autor, senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE), anuncia que os vetos poderão ser derrubados. Já o relator, senador Esperidião Amin (PP-SC), defende a edição de uma medida provisória para especificar as categorias aptas a receberem a ajuda de R$ 600 por estarem impedidas de trabalhar em decorrência do novo coronavírus. Mas o senador Chico Rodrigues (DEM-RR), vice-líder do governo, argumenta que não há dinheiro para a ampliação do benefício já pago a mais de 5 milhões de pessoas. O presidente Jair Bolsonaro não vetou o pagamento para mães adolescentes nem a suspensão das parcelas do Financiamento Estudantil (Fies). As informações são da repórter Hérica Christian, da Rádio Senado.

 



Opções: Download


Senado Agora
20h43 Orçamento de ministérios: Senado aprovou, em votação simbólica, abertura de crédito suplementar de mais de R$ 615 mi em favor dos Ministérios da Agricultura, da Justiça e da Defesa. O PLN 17/2020, já aprovado pelos deputados, vai à sanção presidencial.
20h41 Derrubado veto a serviços jurídicos sem licitação: Senadores derrubaram veto (VET 1/2020) ao projeto que permite dispensa de licitação para contratação de serviços jurídicos e de contabilidade pela administração pública (PL 4.489/2019). A proposta segue à promulgação.
19h54 Derrubado veto à telemedicina: Os senadores derrubaram veto (VET 6/2020) ao projeto que regula o exercício da telemedicina durante a pandemia de covid-19 (PL 696/2020). Os dispositivos que haviam sido vetados seguem para promulgação.
Ver todas ›