Líderes anunciam cancelamento do recesso de julho no Senado

19/05/2020, 08h39

O presidente do Senado, senador Davi Alcolumbre, anunciou nesta segunda-feira (18) o cancelamento do recesso parlamentar de julho, para que o Congresso Nacional fique de prontidão para a votação de projetos relacionados ao coronavírus. Segundo a presidente da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), Simone Tebet (MDB-MS), a suspensão do recesso foi apenas formalizada na reunião de líderes, que cogitavam essa possibilidade desde o início da crise da covid-19. O senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) destaca a necessidade de disponibilidade dos parlamentares para a votação de projetos relevantes para o país nesse período. O recesso parlamentar de julho, assim como o do fim do ano, é previsto na Constituição. As informações são da repórter Hérica Christian, da Rádio Senado.



Opções: Download


Senado Agora
19h54 Derrubado veto à telemedicina: Os senadores derrubaram veto (VET 6/2020) ao projeto que regula o exercício da telemedicina durante a pandemia de covid-19 (PL 696/2020). Os dispositivos que haviam sido vetados seguem para promulgação.
19h54 Derrubado o veto ao Recine: Senadores rejeitaram veto total ao projeto que prorroga incentivos ao cinema, estendendo até 2024 o prazo para utilização do Recine. O PL 5.815/2019 segue para promulgação.
19h53 Renegociação de dívidas agrícolas: Congresso rejeitou veto ao PLV 30/2019, que trata de crédito e financiamento de dívidas de produtores rurais. A parte que havia sido vetada segue para promulgação do presidente da República.
Ver todas ›