Advogados e líderes de movimentos sociais debatem crimes de terrorismo na CCJ

21/11/2018, 09h38

O projeto que considera crime de terrorismo condutas como depredar, saquear ou destruir bens públicos (PLS 272/2016) foi tema de debate, nesta terça-feira (20), na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ). Dez convidados, entre delegados, defensores públicos, juízes, membros da Abin e de movimento sociais foram ouvidos. O senador Magno Malta (PR-ES) é o relator da proposta e já apresentou parecer favorável com emendas. O texto está na pauta de votação da CCJ, onde aguarda votação terminativa. Ouça mais detalhes na reportagem de Paula Groba, da Rádio Senado.



Opções: Download