Projeto aprovado no Senado facilita identificação de crianças

08/12/2017, 12h41 - ATUALIZADO EM 08/12/2017, 13h49

A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) aprovou na quarta-feira (6) o projeto que permite às polícias e ao Ministério Público o acesso às digitais de recém-nascidos, sem a necessidade de autorização judicial (PLS 210/2017). Os registros são obtidos pelos hospitais no momento do nascimento dos bebês e a proposta prevê que esse material seja digitalizado e disponibilizado às autoridades policiais. A intenção é dar agilidade na identificação das crianças em caso de crime. Na opinião do autor do projeto, senador Magno Malta (PR-ES), a medida vai reduzir o tráfico de crianças no país. O texto segue agora para análise da Câmara dos Deputados, como informa a repórter da Rádio Senado Iara Farias Borges.



Opções: Download