Ciro defende aplicação de recursos dos jogos de azar em segurança pública

12/12/2017, 11h02 - ATUALIZADO EM 12/12/2017, 11h06

A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) volta a analisar nesta quarta-feira (13) o projeto que estabelece a legalização de cassinos, bingos, jogo do bicho e apostas no país (PLS 186/2014). De acordo com a proposta, os cassinos devem ser explorados por autorização concedida pelo governo federal, enquanto os bingos e o jogo do bicho vão ficar a cargo de estados e municípios. Em defesa do projeto, o autor, senador Ciro Nogueira (PP-PI), disse que os jogos já estão na vida cotidiana, mas não gerem benefícios à sociedade porque estão na ilegalidade. O senador estima que a atividade poderá render cerca de R$ 20 bilhões por ano em impostos e propõe a aplicação dos recursos na área de segurança pública. O jornalista Jeziel Carvalho, da Rádio Senado, conversou com o senador sobre o assunto.



Opções: Download