Congresso começa analisar MPs que aumentam impostos e suspendem reajustes de servidores

03/11/2017, 09h53 - ATUALIZADO EM 03/11/2017, 11h27

O presidente da República, Michel Temer, editou duas medidas provisórias para aumentar a arrecadação de recursos do governo. A MP 805/2017 suspende o reajuste salarial dos servidores públicos previsto para 2018 e aumenta a alíquota de desconto previdenciário para até 14%. Já a MP 806/2017 aumenta a tributação sobre os fundos de investimentos fechados. O senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) lamenta medidas duras como essas, mas disse que o governo está sem dinheiro e precisa pagar suas contas. Já o senador Paulo Paim (PT-RS) criticou a opção do governo em taxar salários e suspender os reajustes. A reportagem é de Carlos Penna Brescianini, da Rádio Senado.



Opções: Download