Senadores da CCJ apresentam votos em separado à reforma trabalhista

28/06/2017, 16h34 - ATUALIZADO EM 29/06/2017, 00h00

A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) começou a discutir nesta quarta-feira (28) a reforma trabalhista. Senadores apresentaram seis votos em separado à proposta, cinco pela rejeição e um sugerindo modificações no projeto. Os votos em separado pela rejeição foram apresentados pelos senadores Eduardo Braga (PMDB-AM), Paulo Paim (PT-RS), Vanessa Grazziotin (PCdoB–AM), Lídice da Mata (PSB-BA) e Randolfe Rodrigues (Rede-AP). O voto do senador Lasier Martins (PSD-RS) sugere a aprovação da reforma, mas com várias modificações, o que provocaria o retorno do PLC 38/2017 à Câmara dos Deputados. A reportagem é de Roberto Fragoso, da Rádio Senado.



Opções: Download