Congresso instala comissões para analisar três medidas provisórias

17/05/2017, 18h12 - ATUALIZADO EM 17/05/2017, 19h02

Três comissões mistas foram instaladas nesta quarta-feira (17) para analisar medidas provisórias que chegaram ao Congresso. Uma das medidas provisórias é a que amplia de R$ 15 mil para R$ 500 mil o valor máximo de multa para empresas que não cumprem a legislação sanitária de produtos de origem animal (MPV 772/2017). Outra MP que será examinada é a que autoriza o Distrito Federal, estados e municípios que não cumpriram o limite constitucional de 25% de gastos com educação a compensarem o investimento até o fim deste ano (MPV 773/2017). A última comissão mista instalada vai analisar a MP 774/2017, que acaba com a desoneração da folha de pagamento em vários setores da economia. De acordo com a proposta, as empresas voltarão a contribuir pela folha de pagamento, com alíquota de 20%. Ouça a reportagem de Rebeca Ligabue, da Rádio Senado.



Opções: Download


Senado Agora
20h43 Orçamento de ministérios: Senado aprovou, em votação simbólica, abertura de crédito suplementar de mais de R$ 615 mi em favor dos Ministérios da Agricultura, da Justiça e da Defesa. O PLN 17/2020, já aprovado pelos deputados, vai à sanção presidencial.
20h41 Derrubado veto a serviços jurídicos sem licitação: Senadores derrubaram veto (VET 1/2020) ao projeto que permite dispensa de licitação para contratação de serviços jurídicos e de contabilidade pela administração pública (PL 4.489/2019). A proposta segue à promulgação.
19h54 Derrubado veto à telemedicina: Os senadores derrubaram veto (VET 6/2020) ao projeto que regula o exercício da telemedicina durante a pandemia de covid-19 (PL 696/2020). Os dispositivos que haviam sido vetados seguem para promulgação.
Ver todas ›