CAS analisa proposta que proíbe canis de exterminar cães e gatos saudáveis

23/05/2017, 13h22 - ATUALIZADO EM 23/05/2017, 13h26

Os canis públicos e centros de zoonoses podem ser proibidos de exterminar cachorros e gatos saudáveis. É o que estabelece uma proposta (PLC 17/2017) em análise na Comissão de Assuntos Sociais (CAS). Outro projeto em exame no Plenário (PLC 39/2015) pune com até dois anos de prisão quem matar esses animais. O relatório do senador Alvaro Dias (PV–PR), já aprovado na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), prevê pena de dois anos de prisão para quem matar os animais de estimação e de até três meses de detenção para quem abandonar ou estimular brigas entre cães. Para Alvaro Dias, a medida busca desestimular esse tipo de crime. Mais informações com o repórter da Rádio Senado, George Cardim.



Opções: Download