CDH debateu projeto que torna crime hediondo homicídio causado por motorista alcoolizado

07/04/2016, 14h44 - ATUALIZADO EM 27/09/2016, 10h26

O projeto que torna crime hediondo os homicídios no trânsito causados por motoristas alcoolizados ou sob efeito de outras drogas foi debatido em audiência pública na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH). A maioria dos participantes demonstrou ser favorável à proposta (PLS 1/2008), mas há dúvidas sobre a efetividade da mudança. Para o autor do projeto, Cristovam Buarque (PPS–DF), o país vive um processo de guerra civil cuja arma tem sido os veículos motorizados nas mãos de irresponsáveis. Segundo o senador, o debate sobre a responsabilidade no trânsito deve ser feito com a devida urgência. Reportagem de Marcela Diniz, da Rádio Senado.



Opções: Download