Adolescência e o despertar para o exercício da cidadania


Isabela Pradebon da Silva

Isabela Pradebon da Silva
  • Colocação no estado: 1ª colocada estadual
  • Ano de participação: 2019
  • Escola: Colégio Tiradentes da Brigada Militar de Santa Maria
  • Cidade: Santa Maria - RS
  • Professor(a): Renata Meneghetti Sarzi Sartori

Entrevista

Pergunta - Já escolheu em que área quer estudar / trabalhar? Tem algum projeto profissional em vista?

Resposta – Sim, quero fazer faculdade de Direito. Meu sonho é ser juíza, mas não descarto a possibilidade de ser professora.

P - Você participa de alguma ação social em sua comunidade?

R – Na minha escola, há um projeto chamado Gincana Solidária de Matemática, que é coordenado pelo professor de Matemática e ocorre anualmente. A partir da gincana, nos dividimos em equipes e arrecadamos doações de alimentos e brinquedos, além de doarmos sangue e incentivarmos as pessoas do nosso círculo social a se engajarem no projeto. Ao final da gincana, entregamos as doações de alimentos para entidades comunitárias e as de brinquedos como presente de Natal para as crianças de creches carentes.

P - Você atua e/ou pretende atuar na política com mandato eletivo? É filiado a algum partido político?

R – Até o Jovem Senador, não considerava a possibilidade de atuar na política, mas agora estou pensando mais sobre o assunto. Não sou filiada a nenhum partido político.

P - Como você acha que deve ser a participação política dos jovens em sociedade?

R – Eu acredito que é nos jovens que repousa a responsabilidade de transformar a sociedade em que vivemos. E, para tanto, precisamos cada vez mais afirmar nossos interesses e ideais, por meio da ampliação da representatividade parlamentar desse grupo. Além disso, mas não menos importante, a participação política também deve se pautar na fiscalização dos representantes e na manifestação dos anseios da população, principalmente com a facilidade da internet para a mobilização social.

P - Você conhece alguém que seja inspirador? Por quê?

R – Gosto muito de J. K. Rowling, escritora britânica conhecida pela saga de livros “Harry Potter”, que, após ter seus livros rejeitados por inúmeras editoras apenas por ser mulher, reduziu sua assinatura às iniciais e fez sucesso absoluto no mundo inteiro, provando que nunca se deve desistir dos objetivos que se tem.

P - Qual o seu hobby?

R – Gosto de ler, praticar esportes (futsal e handebol) e assistir a filmes e séries.

P - Qual é o seu livro favorito?

R – Já li inúmeros livros maravilhosos, mas o meu favorito é “A Bibliotecária de Auschwitz”, de Antonio G. Iturbe, pois é baseado em uma história real dos campos nazistas de concentração durante a Segunda Guerra Mundial e destaca a importância da leitura e da educação até mesmo em condições desumanas.

P - Qual o papel de sua família na sua formação?

R –  Minha família sempre me ensinou a estudar e a buscar conhecimento, pois sabia do impacto que a educação tem na vida das pessoas. Minha própria mãe foi minha professora de inglês, então isso contribuiu bastante para aprender a valorizar os profissionais desde cedo. Além disso, saí da minha cidade natal com 14 anos para morar com a minha irmã mais velha e fazer o Ensino Médio, incentivada pela minha família a trilhar meu próprio caminho e conquistar tudo aquilo que eu sonhasse a partir do meu estudo e esforço.

P - O que a motivou a participar do Jovem Senador 2019?

R – Vi um pôster sobre o Jovem Senador na minha escola e resolvi participar, porque amo escrever. A partir daí é que fui pesquisar e conhecer mais sobre o JS, e meu interesse só aumentou.

P - A redação foi uma atividade opcional ou inclusa em alguma disciplina de sua escola?

R – A redação do Jovem Senador foi totalmente voluntária, eu me interessei e procurei a minha professora.

P - Alguém ajudou a motivá-la para participar do Jovem Senador 2019?

R – Sim, minha família, meus colegas e professores me incentivaram muito a participar.

P - Como foi a repercussão em sua escola sobre a notícia de sua classificação para o Jovem Senador?

R – Todos ficaram muito felizes com a notícia e me parabenizaram pela minha classificação. Me senti extremamente querida pela escola! Os colegas e professores manifestaram todo o seu apoio e torcida por mim.

P - Cite uma frase que você gosta.

R – A única pessoa que você está destinado a se tornar é a pessoa que você decide ser (Ralph Waldo Emerson)

Colégio Tiradentes da Brigada Militar de Santa Maria
Diretor:
Inácio Caye
Professor orientador:
Renata Meneghetti Sarzi Sartori
Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11