Cidadão que acompanha o orçamento público dá valor ao Brasil


Release

Tema da redação motiva alunos a participarem do Jovem Senador em Goiás

 

A mobilização de estudantes pela divulgação do Jovem Senador em Goiás mais uma vez se revelou uma das melhores estratégias para incluir um público cada vez maior no programa. Segundo a coordenadora Vanessa de Almeida Carvalho, líderes estudantis atuaram em todas as escolas estaduais de nível médio com o objetivo de conseguir o engajamento dos alunos. Segundo ela, este trabalho trouxe uma importante sensibilização e envolvimento da comunidade escolar com o concurso.
Com um aumento de 50% no número de redações produzidas neste ano, Goiás se destaca entre os estados com crescimento de participação no Jovem Senador. Foram 5.907 redações em 2019 e 3.931 textos em 2018. Os professores também se envolveram mais com o projeto nesta edição, aumentando em 241% a quantidade de educadores comprometidos com a orientação dos alunos. Mais de 680 profissionais se dispuseram a dar suporte às atividades do programa nas escolas em 2019. No ano passado este número foi de 200 professores. Já a quantidade de alunos participantes saltou de 8.011 em 2018 para 11.934 neste ano. Crescimento de 49%.

O interesse dos jovens pelo tema da redação deste ano – “Cidadão que acompanha o orçamento público dá valor ao Brasil”, também foi uma das razões para o aumento na quantidade de redações produzidas, de acordo com a coordenadora. Goiás foi o quarto estado que mais pesquisou o assunto na internet, ficando atrás somente de Alagoas, Amazonas e Rio Grande no Norte - primeiro, segundo e terceiro lugares, respectivamente. “Fiz a leitura das 10 redações melhor avaliadas. São emocionantes! Então, posso afirmar que o jovem se dedicou a esse tema. Houve uma preocupação da juventude com o cenário brasileiro. Isso é muito gratificante”, acrescenta Vanessa. Para ela, o projeto vai além da redação, é a consciência de participação cidadã e a politização da juventude.

Aumento em outros estados - No estado do Tocantins, o número de redações entregues também cresceu. Segundo uma das coordenadoras do projeto, Vaneide Labres da Silva, 1.742 textos foram produzidos pelos estudantes das escolas públicas no estado neste ano. Em 2017, este úmero foi de 1.629, o que representa um aumento de 7%.
E a participação de ganhadores de outras edições do programa fez a diferença mais uma vez no interesse dos estudantes. Gabriel Mendes, que foi Jovem Senador em 2017, acredita que o crescimento deste ano ocorreu, principalmente, em escolas da periferia de Palmas. Com o apoio da Secretaria de Educação do Estado, ele conseguiu apresentar o projeto a cinco das principais unidades de ensino que não conheciam o programa na capital do estado. Gabriel conta que, ao expor suas experiências com o projeto, usou uma linguagem simples e acessível para tentar criar uma proximidade com os estudantes. Segundo ele, o esforço para esclarecer dúvidas sobre a rotina do programa e a premiação despertou muito interesse dos alunos. O jovem senador ressalta, entretanto, que deixou algumas questões “no ar” para não estragar as experiências que os ganhadores da edição deste ano vivenciarão em Brasília no mês de novembro.

A divulgação em redes sociais também foi responsável por boa parte do crescimento do programa, de acordo com Gabriel. Por meio da página “Fundação Protagonistas”, um perfil com seguidores do Brasil inteiro, ele conseguiu cumprir boa parte dos objetivos de levar o Jovem Senador para um número ainda maior de interessados. O perfil tem como proposta promover ações e projetos que beneficiem estudantes do ensino médio nas escolas públicas. Segundo o estudante, o uso de redes sociais como o Facebook e o Instagram possibilita uma aproximação maior com os jovens e facilita a comunicação com este público.

IMPRIMIR | E-MAIL Compartilhar: Facebook | Twitter | Google+ | Pinterest

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11