Adolescência e o despertar para o exercício da cidadania


Externa

Governo de Sergipe abre ano letivo com homenagens a alunos e professores da rede estadual

Seduc - Sergipe

O reconhecimento das conquistas alcançadas pelos alunos da rede estadual de ensino marcou a solenidade de abertura do ano letivo de 2020, realizada na manhã desta sexta-feira, 7, no Teatro Atheneu, em Aracaju. O Governo do Estado cumpre assim mais uma de suas metas e inicia o ano letivo de forma unificada na rede estadual, favorecendo os professores, alunos e servidores.

O evento contou com a presença do secretário de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura, professor Josué Modesto dos Passos Subrinho; do superintendente da Seduc, professor José Ricardo; da superintendente especial de Esportes da Seduc, Mariana Dantas; do presidente do Banese, Fernando Soares da Mota; do presidente da Segrase, Ricardo Roriz; e do superintendente do Sebrae, Paulo do Eirado, entre outros convidados.

A solenidade contou com homenagens aos alunos que obtiveram as melhores médias no Sisu 2019, além do reconhecimento também aos estudantes que participaram de programas de intercâmbio mediados pela Seduc. Durante a solenidade, houve também a assinatura do Termo de Cooperação Técnica entre a Seduc, Sedetec e Fapitec para o lançamento de editais de projetos e ações que fomentem a Ciência, Tecnologia e Inovação nas escolas da rede estadual de ensino.

Representando o governador Belivaldo Chagas, o secretário de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura, professor Josué Modesto dos Passos Subrinho, defendeu a necessidade de que esse evento se torne uma tradição, a ser realizado todos os anos, e a importância do início do ano letivo igual em todas as unidades de ensino. "As escolas se organizam com base em um calendário de obrigações e metas de aprendizagem, alternando períodos de exercícios pedagógicos com intervalos de descanso. Quando essas escolas estão submetidas a um regime administrativo homogêneo, devem velar pela obediência ao calendário para melhor aplicar os recursos públicos e planejar as melhores condições de êxito em larga escala dos seus profissionais e dos estudantes", explicou.

Resultados positivos

O secretário Josué Modesto ainda pontuou alguns resultados positivos conquistados pela Educação do Estado em 2019, como a aprovação, na Assembleia Legislativa de Sergipe, do Sistema Estadual de Avalição da Educação Básica (Saese), do Programa Alfabetizar Pra Valer, que implementará o Pacto Sergipano pela Alfabetização na Idade Certa, consolidando o regime de colaboração entre o Estado e os municípios. Além disso, ele citou também a Lei do ICMS Social, que induzirá os municípios, por meio de critérios de distribuição de parcela do ICMS, a obterem os melhores desempenhos na aprendizagem das crianças. "De posse desses instrumentos a Seduc espera, em conjunto com as secretarias municipais de educação, dar passos firmes e céleres na obtenção dos melhores resultados possíveis", disse.

O professor Josué Modesto acrescentou também outros destaques positivos, como o aumento do número de matrícula no Ensino Médio em Tempo Integral, passando de 6.802 alunos matriculados em 2018 para 10.522 em 2019; a inclusão de sete novas escolas no programa de fomento do Governo Federal e de duas que já ofertavam essa modalidade de ensino; crescimento de matrículas nas creches municipais, passando de 17.426 matrículas em 2018 para 21.172 em 2019, e o ingresso dos estudantes do ensino médio em instituições de ensino superior.

"Levantamentos parciais de dados indicam a aprovação de 1.366 estudantes, dos quais 1.067 na UFS, por meio de processo seletivo de caráter nacional, o SISU; 14 na UFAL, com o mesmo processo, e ainda 22 no Instituto Federal de Sergipe. Precisamos ressaltar que 171 dos nossos alunos alcançaram primeiros lugares em cursos da UFS, dois da UFAL e seis do IFS. A todos, nossos parabéns", declarou.

Solenidade de abertura

Logo na entrada do Teatro Atheneu, uma ação de acolhimento recebia os alunos, professores e convidados com muita música e aplausos. A ação foi coordenada pelo Departamento de Educação (DED/Seduc). No hall de entrada do teatro, os participantes puderam conferir uma exposição do Centro de Educação e Memória Atheneu Sergipense (CEMAS).

A abertura do evento foi feita pelo professor do Conservatório de Música de Sergipe, o músico Devysson Lima; pelos grupos Um Quê de Negritude e Boca de Cena, com apresentações de música, dança e teatro que remeteram à importância dos estudos e da volta às aulas. O Hino Nacional Brasileiro foi cantado pela artista Jaine Barros, que executou acompanhada por dois batuques.

Em seguida foi realizada a assinatura do Termo de Cooperação Técnica entre a Seduc, Sedetec e Fapitec para o lançamento de editais de projetos e ações que fomentem a Ciência, Tecnologia e Inovação nas escolas da rede estadual de ensino. A ação contará com recursos na ordem de R$ 706 mil, com um período de vigência de três anos, tempo em que serão lançados três editais por meio de três metas: Realização de estudos em educação básica e profissionalizante, com valor estimado em R$ 300 mil; projetos aplicados à rede estadual nas áreas específicas e tecnologias, com valor estimado em R$ 220 mil; e realização de feiras científicas e de empreendedorismo, com valor estimado em R$ 186 mil para a realização de 10 feiras.

Houve também o lançamento do edital do Programa de Apoio a Publicações de Livros alusivos aos 150 anos do Centro de Excelência Atheneu Sergipense e do edital do Programa de Incentivo ao Protagonismo do/a estudante escritor/a.

Premiação e homenagens

Os alunos classificados no I Concurso Literário da Rede Estadual de Ensino foram premiados com um notebook cada, juntamente com os seus professores orientadores. O concurso, cujo tema foi "Amazônia: sua importância para o Brasil e para o mundo", foi voltado para estudantes dos anos finais do Ensino Fundamental e Ensino Médio, bem como alunos do Pré-Universitário. A diretora do Departamento de Apoio ao Sistema Educacional (Dase), Eliane Passos, falou sobre a relevância desse momento. "Hoje é a consagração que demarca o início do ano letivo de 2020. Queremos congratular com todos os estudantes, mas, simbolicamente, apresentar à sociedade os resultados positivos que a rede estadual teve. Estaremos entregando a premiação do I Concurso Literário, com a entrega dos notebooks aos estudantes e professores orientadores que foram classificados. Apresentamos também hoje os alunos que se destacaram em programas de intercâmbio e os que tiveram um resultado positivo no Enem, com a entrega do Certificado de Honra ao Mérito Estudantil aos primeiros colocados na média do Sisu", disse.

O aluno Gabriel Araújo Santos, do Colégio Estadual Dr. Edélzio Vieira de Melo, em Santa Rosa de Lima, venceu o concurso na categoria Crônica Ensino Médio. "Essa homenagem é a chance de mostrar a capacidade do aluno da escola pública e desmistificar a inferioridade em relação a outros tipos de escolas", afirmou. A sua professora orientadora, Roseane Mota Santos Azevedo, ressaltou que uma premiação como essa eleva a autoestima dos estudantes. "Muitos deles, por serem do interior, de família pobre, às vezes subestimam a própria capacidade de subir na vida. Esse prêmio mostra o quanto eles são capazes de fazer coisas interessantes e criar um futuro brilhante. Foi muito bom participar desse projeto porque estimula outros alunos", disse.

Já a aluna Islâinne dos Santos Silva, do Colégio Estadual Irmã Maria Clemência, de Capela, venceu na categoria Poesia Ensino Médio. "Eu creio que seja importante receber essa premiação porque isso valoriza a educação pública e também é uma forma de incentivo aos jovens escritores", declarou.

Destaques do Enem

Os três alunos que alcançaram as melhores médias no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) também receberam homenagens de Honra ao Mérito Estudantil. A primeira colocada foi Rafaela Almeida da Cunha, estudante do Ensino Médio do Colégio Estadual Dr. Augusto César Leite, da cidade de Itabaiana, aprovada no Curso de Química Industrial. "Para mim é muito gratificante ter o reconhecimento do Governo do Estado pela minha conquista. Durante o ano inteiro os professores nos ajudaram com dicas, revisões e aulões para nos incentivar a conseguir passar no Enem e realizar nosso sonho. Agora estou muito feliz com esse momento", disse.

O segundo colocado foi Cosme Eduardo Campos Silva, estudante do Pré-Universitário, no Polo João XXIII, da cidade de Ribeirópolis, aprovado no Curso de Letras Português. "Esse certificado valoriza o esforço dos alunos e da escola. É um incentivo para nós sermos reconhecido por tudo o que lutamos e fizemos ao longo do ano", afirmou.

Já a terceira colocada foi Maria Carolina Aragão de Andrade, estudante do Pré-Universitário, no Polo Ivo do Prado, em Aracaju, aprovada no Curso de Engenharia Eletrônica. "Depois de nos esforçarmos tanto para conseguir a aprovação, ainda recebermos essa homenagem incrível. Sem dúvida é um momento muito importante, pois estamos aqui representando todos os alunos aprovados da rede estadual e do Pré-Universitário, e mostrando a todos como somos capazes. Além disso, deixa um recado de incentivo a todos que tentaram pela primeira vez neste ano, para que eles não desistam e sigam seus sonhos", declarou.

Os Centros de Excelência Manoel Messias Feitosa, em Nossa Senhora da Glória, e o Atheneu Sergipense, em Aracaju, foram as escolas de ensino médio que mais aprovaram na primeira chamada do Sisu. Ambas foram homenageadas.

O professor Pedro Jonathan Santos Dantas, diretor do Manoel Messias, celebrou os resultados de que a escola obteve ao aprovar 22% dos alunos na primeira chamada do Sisu, levando o colégio a liderar a lista de aprovações. Para ele, os resultados mostram que a escola cumpriu e vem cumprindo sua missão: garantir uma aprendizagem de qualidade para os nossos jovens. "Criamos um ambiente educacional onde todos (professores, educadores não docentes e equipe gestora) se sentem estimulados a aprender e pôr em prática seus conhecimentos a serviço do estudante e seu projeto de vida", revelou.

Programas de Intercâmbio

Os estudantes que participaram de programas de intercâmbio mediados pela Seduc, como Jovens Embaixadores, Parlamento Jovem Brasileiro e Jovem Senador também foram agraciados com uma homenagem. Foi o caso de Vivian Gabrieli Silva dos Santos, do Colégio Estadual Almirante Barroso, em Muribeca, que em 2019 representou Sergipe no Programa Jovem Senador, em Brasília. "Ao fazer essa homenagem, o Governo está valorizando a rede pública de ensino e também o esforço que os alunos tiveram ao chegar a essas conquistas, como a participação em programas de intercâmbio. Isso ajuda na autoestima dos alunos e os incentiva a participarem ainda mais dessas ações", disse.

Já o aluno Vitor Cardoso Alves, do Centro de Excelência Professor Hamilton Alves, de São Cristóvão, participou do Programa Parlamento Jovem Brasileiro. "Estamos vendo o reconhecimento e também tendo a possibilidade de mostrar para outros alunos que é possível chegar lá. Somos estudantes como quaisquer outros, então estamos mostrando que todos são capazes", afirmou.

Revista Educa e material pedagógico

Ainda no evento de abertura do ano letivo foi feito o lançamento da Revista Educa, publicação de 44 páginas impressa em parceria com a Segrase (Serviços Gráficos de Sergipe). A revista será trimestral, e é a primeira de uma série que traz como tema, nesta primeira edição, a iniciação científica nas escolas da rede estadual de ensino.

Produzida pela Assessoria de Comunicação da Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura, a primeira edição relata algumas das ações que são registradas na rede estadual de ensino e que são exemplos da rede de tecnologia e pesquisa alicerçada na rede pública de Sergipe. Estudo do biogás, tingimento de tecido com corantes naturais, robótica e impressão 3D, astronomia e lançamento de protótipos de foguetes, utilização de novas ferramentas tecnológicas em sala de aula, todas as ações com habilidades voltadas para o protagonismo do aluno e em conjunto com a arte de ensinar dos professores da rede estadual.

O Banco do Estado de Sergipe (Banese), por meio do seu presidente, Fernando Soares da Mota, fez a entrega dos Livros do programa Alfabetizar pra Valer - Pacto Sergipano pela Alfabetização na Idade Certa. O programa gera expectativa de beneficiar mais de 86 mil estudantes nas escolas públicas de Sergipe. O foco é diminuir a evasão escolar e as distorções idade-série. A parceria com o Banese viabilizou a impressão domaterial didático e complementar para os alunos e professores.

Início do ano letivo

Os participantes da solenidade destacaram a importância de se realizar um evento para o início do ano letivo das escolas da rede estadual de ensino. Foi o caso de Marleide Cruz de Araújo, diretora da DRE 8. "Isso dá um gás a toda a equipe para que possamos estar conduzindo a educação da forma como cremos que será no ano de 2020", disse. Já a diretora do Departamento de Educação (DED), Ana Lúcia, destacou que esse é um momento de acolhimento. "Estamos acolhendo todos os alunos, professores e autoridades. Entendemos que temos que marcar o ano letivo com alegria, compromisso e felicidade para desenvolvermos nossos trabalhos com muito êxito e motivação, a fim de alcançarmos os bons resultados que o povo de Sergipe merece", afirmou.

Liliane Teixeira Pina, diretora do Centro de Excelência Gonçalo Rollemberg Leite, ressaltou que o evento "é uma forma de motivar os alunos para que todos tenham um início de ano letivo com todas as escolas começando no mesmo dia". Aluna do Gonçalo Rollemberg, a jovem Larissa Mayara da Silva disse que "aqui é uma oportunidade de nós estarmos mais próximos e empenhados com a educação".

A diretora do Departamento de Inspeção Escolar (Dies), Eliana Borges, falou do que foi feito em 2019 para que a unificação de calendário ocorresse agora em 2020. "Esse trabalho de unificação foi realizado em razão de nós percebermos o descompasso que existia no funcionamento das escolas da rede que causava um enorme prejuízo econômico ao Estado e psicológico às crianças, que nunca se encontravam com as famílias. Chegamos à conclusão de que se unificássemos o calendário, teríamos um benefício para a comunidade escolar, para a sociedade como um todo e para a economia do Estado", explicou, ao destacar a participação efetiva da comunidade escolar nessa ação.

Presenças

Estiveram presentes, também, a conselheira do Conselho Estadual de Educação, Simone Paixão Rodrigues, representado o Conselho Estadual de Educação; o presidente da Academia de Letras de Aracaju, Francisco Diemerson; a secretária de Educação de Aracaju, Maria Cecília Tavares; o procurador geral do Ministério Público, João Augusto Bandeira de Mello; os deputados estaduais Zezinho Sobral e Adailton Martins, entre outros convidados.

Premiados e Homenageados

Os alunos premiados no I Concurso Literário da Rede Estadual de Ensino foram:

Poesia Ensino Fundamental: aluno Fernando Moraes Carneiro e professora Sônia Virgínia de Oliveira Santos, do Centro de Excelência Professor Paulo Freire, de Aracaju.

Poesia Ensino Médio: aluna Islâinne dos Santos Silva e professora Evelyn Aquino Santana, do Colégio Estadual Irmã Maria Clemência, de Capela.

Crônica Ensino Médio: aluno Gabriel Araújo Santos e professora Roseane Mota Santos Azevedo do Colégio Estadual Dr. Edelzio Vieira de Melo, de Santa Rosa de Lima.

Literatura de Cordel: aluno Wemerson da Silva Soares e professora Franciele dos Santos Santana, do Colégio Estadual Alcebíades Paes, de Cumbe.

Redação Ensino Médio: aluna Juliana Nunes Cardoso e professora Rosana Santos Cardoso, do Colégio Estadual Dr. Antônio Garcia Filho, de Umbaúba.

Redação Pré-Universitário: aluna Joyce Danielle de Souza Barbosa e professora Drusila de Souza Vasconcelos Vieira, do Colégio Estadual Dr. Carlos Firpo, da Barra dos Coqueiros.

Crônica em Espanhol: aluna Millene Beatriz Batista Araújo e professora Andreia Reis Fontes, do Centro de Excelência Cleonice Soares Fonseca, de Boquim.

Já os alunos homenageados, que participaram de programas de intercâmbio, foram:

Parlamento Jovem Brasileiro:

Adson de Brito Pereira, do Colégio Estadual Murilo Braga (Itabaiana), finalista nacional do PJB e aprovado em Ciências Biológicas na UFS; Marcos Vinícius Menezes Santos, do Colégio Estadual Abelardo Romero (Lagarto), aprovado em Engenharia Civil (UFS); Enzo Luiz de Oliveira Menezes, aluno do Instituto Federal de Sergipe, Campus Lagarto, aprovado em Direito na UFS; e Vitor Cardoso Alves, do Centro de Excelência Prof. Hamilton Alves, de São Cristóvão.

Jovens Embaixadores:

Larissa Pavani Santos, do Colégio Estadual Murilo Braga (Itabaiana), finalista estadual em 2019 e aprovada em Relações Internacionais (UFS); Esdras Santos Góis, do Centro de Excelência Atheneu Sergipense, finalista estadual em 2020 e aprovado em Ciência da Computação (UFS); Marcos Vinícius Menezes Santos, do Colégio Estadual Abelardo Romero (Lagarto), aprovado em Engenharia Civil (UFS); Jean Carlos Sousa Santana, do Centro de Excelência Atheneu Sergipense; e Ellen Victoria Santos Silva, do Colégio Estadual Murilo Braga.

Jovem Senador

Vivian Gabrieli Silva dos Santos, do Colégio Estadual Almirante Barroso (Muribeca); Marcos Vinícius Menezes Santos, do Colégio Estadual Professor Abelardo Romero Dantas (Lagarto) e Amândio Max da Rocha Santos, do Colégio Estadual Roque José de Souza, de Campo do Brito (SE).


IMPRIMIR | E-MAIL

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11