Adolescência e o despertar para o exercício da cidadania


Externa

Jovens senadores chegarão a Brasília para exercer 'mandato' na próxima segunda

Comunicação interna do Senado

Os 27 estudantes, um de cada unidade da federação, classificados para o programa Jovem Senador 2019 chegam a Brasília na próxima segunda-feira (25). Eles tomarão posse como jovens senadores para um “mandato” de uma semana. Nesse período, vão conhecer o Senado, participar de comissões, apresentar e votar sugestões legislativas que poderão ser transformadas em projetos de leis, se acolhidas pela Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH).

O programa foi criado em 2011 e garante aos estudantes do ensino médio de escolas públicas estaduais e do DF, com idade até 19 anos, a chance de conhecer de perto como funciona o processo legislativo brasileiro. Os professores orientadores das redações vencedoras também viajam a Brasília, onde recebem treinamento sobre a atividade legislativa e o papel do Congresso Nacional.

Com o tema Cidadão que acompanha o orçamento público dá valor ao Brasil, esta edição do programa recebeu 122.695 redações e mobilizou mais de 264 mil alunos matriculados no ensino médio de escolas públicas estaduais em todo o país. Os professores orientadores das redações selecionadas serão premiados com uma viagem a Brasília e acompanharão seus alunos, participando de uma programação específica na capital. Ao todo, o Jovem Senador contou diretamente com o apoio de mais de 8 mil professores.

Vencedores

Concorreram jovens de todos os estados e do Distrito Federal. O estudante de Alagoas Pedro Henrique de Araújo Silva ficou em primeiro lugar, com a redação Interpreta-me ou te devoro, sobre orçamento público. Ele estuda na Escola Estadual Professora Edite Machado.

A segunda melhor redação – Orçamento participativo; caminho para a cidadania – é de Alan Alves Henrique Ferreira, da Escola de Ensino Médio Carminha Vasconcelos, localizada em Morrinhos (CE). A estudante Sanna Abigail de Jesus Mello, autora da redação O cuidado com a coisa pública e seu poder transformador, foi a terceira colocada. Ela estuda na Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Zumbi dos Palmares, de Serra (ES).

Escolha

As 27 redações vencedoras, uma de cada unidade da federação, foram escolhidas por uma comissão formada por servidores do Senado e membros de instituições parceiras. Entre os critérios avaliados estiveram a estruturação do texto, argumentação, gramática e pertinência com o título proposto.

Na programação do Jovem Senador estão incluídas uma palestra sobre Orçamento, ministrada pela Consultoria de Orçamentos, Fiscalização e Controle (Conorf), visitação institucional ao Congresso Nacional e entrevistas aos veículos de comunicação do Senado, além de atividades lúdicas como visitas a pontos turísticos de Brasília como a Catedral Metropolitana e o Palácio do Itamaraty.

Oportunidade

O senador Irajá (PSD-TO), presidente do conselho do Jovem Senador, ressalta a oportunidade de os alunos vivenciarem a rotina do Parlamento e, para alguns deles, pode ser a chance de perceberem se há o desejo de seguir na vida pública, afirma. Outro ponto destacado pelo parlamentar foi a competição saudável estimulada por meio do programa.

— Esse ambiente de competição é muito saudável, principalmente em se tratando de um conteúdo educacional, com a disputa das redações. Paralelo a isso, há oportunidade de os jovens passarem uma semana no Congresso. Acho que temos a chance de conhecer bons talentos e também contribuir para a decisão daqueles que possuem vontade de seguir na política.


IMPRIMIR | E-MAIL

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11