Adolescência e o despertar para o exercício da cidadania


Externa

Estudante de MS ganha concurso nacional e se torna jovem senador

Perfil News

Jovem seguirá para Brasília no próximo mês, onde passará temporada com outros 26 estudantes selecionados

A lei fundamental e suprema do Brasil, como tema para estudantes de escolas públicas de todo o país. Em Campo Grande, após 30 anos de promulgação da constituição brasileira de 1988, a discussão entrou em sala-de-aula e a professora leu, corrigiu as redações e decidiu inscrever os alunos no Prêmio Jovem Senador. Pedro Vinícius Araújo de Abreu, de 17 anos, foi o contemplado no estado e agora atuará em Brasília, no próximo mês.

"Eu sempre estudei em colégio público e soube ontem da minha aprovação. A professora nos ajudou muito, teve o maior interesse em dialogar e corrigir as redações. Eu dissertei sobre os rumos que a constituição tomou, os obstáculos e desafio de colocá-la em prática. Eu sempre leio, também coisas voltadas à política, principalmente pelo fato do brasileiro não conhecer muito sobre o que está escrito e o que rege a vida dele. E isto é muito prejudicial pra gente", afirmou ao G1 o estudante.

Mesmo apaixonado por leitura, Pedro fala que pretende seguir carreira na área da saúde. Sobre a premiação, ele descobriu ontem, com uma ligação do senado em Brasília. Dois dias antes, teve o resultado do concurso para o Corpo de Bombeiros, no qual ele ficou em 27° lugar e passará por novas etapas.

"É a carreira do meu pai, que é subtenente. Eu já estava muito feliz, meu pai todo orgulhoso e depois tivemos essa outra vitória. Na escola, os colegas todos estavam me dando parabéns e tudo me deixou muito surpreso. Agora é vivenciar a rotina no senado e aprender como é propor e discutir as leis", analisou.

O pai, Elias Abreu Correia, de 46 anos, diz que está sentindo uma "alegria inexplicável". "Não só eu, mas, a família toda. Na hora da ligação, eu estava almoçando no quartel e, quando vi o número de Brasília, achei que fosse algo relacionado a Força Nacional, no qual eu também faço parte. No entanto, disseram que era para o meu filho e precisavam falar com ele primeiro. Passei o outro número e mandei todo mundo ficar esperto em casa. Cinco minutos depois, soube o que era", explicou.



IMPRIMIR | E-MAIL

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11