Ir para conteúdo principal

Wajngarten confirma à CPI da Pandemia que carta da Pfizer ficou dois meses sem resposta

12/05/2021, 16h27

Ao ser questionado pelo senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) sobre contato com o laboratório Pfizer, fabricante de vacinas anticovid, o ex-secretário de Comunicação da Presidência da República, Fábio Wajngarten, afirmou que a carta da empresa apresentando ao governo Bolsonaro uma oferta de vacinas contra a covid-19 só foi respondida pelas autoridades após dois meses.

Últimos vídeos



Mais vistos