Ir para conteúdo principal

Senado Notícias

"É pensando no benefício do banco que falo em privatização", afirma presidente do BB

08/06/2020, 12h40

Para o presidente do Banco do Brasil, Rubens Novaes, a instituição deve ter dificuldades de se adaptar aos desafios tecnológicos e de gestão diante das mudanças que o Banco Central (BC) analisa para o setor, o que inclui novos modelos de empresas financeiras, como as fintechs. "O mundo bancário vai mudar radicalmente. As empresas bancárias serão cada vez mais empresas de tecnologia", avaliou. Ele entende que, com "as amarras do setor público", o Banco do Brasil não terá a capacidade de adaptação necessária. "Apesar de extremamente eficiente, ele [Banco do Brasil] compete com outros bancos com bolas de chumbo amarradas a seus pés", declarou, citando os mecanismos de controle ao qual o banco é submetido. Ele falou na manhã desta segunda-feira (8) à comissão mista que acompanha as ações do governo federal no enfrentamento da pandemia de covid-19, que é presidida pelo senador Confúcio Moura (MDB-RO). Veja trecho de fala de Novaes a deputados e senadores.

Últimos vídeos



Mais vistos




Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11