Ir para conteúdo principal

Senado Notícias

Para policiais, reforma da Previdência não deveria copiar modelo internacional

21/08/2019, 10h49

Selo_ReformaPrevidencia2.jpgEm debate sobre a reforma da Previdência (PEC 6/2019) na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), representantes das forças de segurança pública discutiram as alterações previdenciárias para a categoria e argumentaram que os profissionais da área enfrentam condições degradantes de trabalho, não podendo ser comparados aos de outros países. Segundo eles, uma aposentadoria especial seria um "direito compensatório". Narlon Nogueira, representante do Ministério da Economia, ressaltou, porém, que já há critérios diferenciados para policiais, que poderão se aposentar aos 55 anos. O relator da reforma, senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), disse que a discussão sobre aposentadoria para policiais só faz sentido se estados e municípios forem incluídos na reforma, já que as polícias militares, por exemplo, pertencem aos estados. Ele reforçou a necessidade de esses entes federativos também promoverem suas reformas para combater o deficit. Veja um resumo da audiência pública na reportagem da TV Senado.

Proposições legislativas

PEC 6/2019






Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11