Marcos Rogério ressalta aumento da criminalidade no Brasil

Da Rádio Senado | 04/12/2019, 20h14

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) destacou o aumento da criminalidade no país, nesta quarta-feira (4), em Plenário. O parlamentar disse que o Congresso não pode mais adiar a análise das matérias relacionadas ao pacote anticrime do ministro da Justiça Sergio Moro. 

— E repito: seja a análise da proposta que tramita na Câmara dos Deputados, seja o exame das propostas em tramitação aqui no Senado, o tema precisa ser enfrentado. E isso, de preferência, no mais curto prazo possível — disse o senador.

O senador citou dados do Atlas da Violência, anuário publicado pelo Instituto de Política Econômica Aplicada (Ipea) e Fórum Brasileiro de Segurança Pública, segundo os quais, apontam que em 2016, ocorreram 62.517 homicídios no Brasil. A taxa de 30,3 mortes por 100 mil habitantes é 30 vezes superior ao continente europeu.

— E como o que é ruim pode piorar, em 2017 o número de homicídios ultrapassou o assombroso quantitativo de 65 mil concidadãos. É um cenário de guerra. É um cenário lamentável— ressaltou Marcos Rogério.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Senado Agora
19h11 Violência doméstica: Senado aprova o PL 2.510/2020, que obriga moradores e síndicos de condomínios a informarem casos de violência doméstica às autoridades competentes. Texto vai à análise da Câmara dos Deputados.
18h38 Prioridade à mulher: Vai à sanção o PL 2.508/2020, que prioriza a mulher como provedora para receber o auxílio emergencial destinado a família monoparental. Pelo texto, o recurso só vai para o pai quando comprovada a guarda unilateral do dependente.
17h30 Proteção aos bancos: Senado aprova PLV 21/2020, decorrente da MP 930/2020, que protege os bancos com investimento no exterior da perdas por variação cambial. O texto segue para sanção presidencial.
Ver todas ›