Kajuru defende projeto para reduzir desperdício de comida

Da Rádio Senado | 08/07/2019, 15h33

O senador Jorge Kajuru (PSB-GO) destacou em Plenário, nesta segunda-feira (8), um projeto de lei apresentado por ele que estabelece a responsabilidade compartilhada pelo ciclo de vida dos alimentos. O objetivo é reduzir o desperdício e aumentar a oferta de comida para as entidades de assistência social que amparam as pessoas em situação de vulnerabilidade e abandono familiar.

Pela proposta (PL 2.895/2019), o sistema nacional de segurança alimentar e nutricional criará redes de doação, coleta, armazenamento e destinação de alimentos em condições nutricionais e sanitárias de consumo.

Ao lembrar que a alimentação é um direito social previsto na Constituição, Kajuru disse não ser aceitável que, num país onde 5,2 milhões de pessoas passaram fome em 2017, sejam desperdiçadas anualmente 26 milhões de toneladas de comida.

Esse volume é suficiente para alimentar mais de 13 milhões de pessoas, alertou o senador.

A nosso ver, a fácil perecibilidade dos alimentos gera uma obrigação de destinação responsável e tempestiva por parte do fabricante, do distribuidor, do comerciante e do consumidor. É altamente necessário incutir uma cultura de consumo responsável dos alimentos, em respeito às pessoas privadas de seu acesso e à dignidade humana. É também uma questão de educação — disse.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Senado Agora
18h51 Manutenção de empregos: Retirado de pauta também o PL 1.128/2020, que autoriza bancos públicos a financiarem folhas de pagamento durante a pandemia. Seu autor, Omar Aziz, vai relatar a MP 944/2020, que cria o Programa Emergencial de Suporte a Empregos.
18h07 Encargos sociais: Senador Irajá (PSD-TO) retira de pauta o PL 949/2020, de sua autoria, e é designado para a relatoria da MP 927/2020. Os senadores concordam que há similaridade entre as duas propostas de isenção de encargos sociais.
Ver todas ›