Lasier Martins pede agilidade na votação da reforma da Previdência e do pacote anticrime

Da Redação | 26/03/2019, 17h29

A reforma da Previdência é inadiável, afirmou o senador Lasier Martins (Pode-RS) nesta terça-feira (26), em Plenário. Ele considera que, entre todas as reformas, a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 06/2019, que determina mudanças no sistema previdenciário, é a mais urgente. O texto, encaminhado pelo Poder Executivo ao Congresso, tramita na Câmara dos Deputados, onde aguarda a definição de um relator. Para o senador, no entanto, é preciso que deputados e senadores também se dediquem a analisar outros temas importantes, como o pacote anticrime apresentado pelo ministro da Justiça, Sérgio Moro.

— Isso não impede que o projeto anticrime seja também discutido, porque envolve uma das maiores prioridades do Brasil. Eu diria mesmo que estão ali, na Câmara, as duas maiores prioridades do país: a reforma da Previdência e o projeto anticrime do ministro Moro, haja vista que nós não conseguimos ainda nos livrar de uma criminalidade que se dissemina dia a dia por todo o Brasil. É preciso, então, que haja uma legislação que regulamente melhor e que puna melhor — disse.

Pauta do Senado

Segundo Lasier Martins, há uma "insatisfação generalizada” entre os senadores com o suposta demora na inclusão de projetos na pauta da Casa e que a seu ver são de interesse dos próprios parlamentares e da sociedade. Ele mencionou a PEC 35/2015, que muda as regras de indicação dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF); o Projeto de Lei do Senado (PLS) 272/2016, que define crimes de terrorismo; e o PLS 116/2017, que propõe avaliação de desempenho para funcionários públicos.

Ele também pediu a aprovação do requerimento para instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Tribunais Superiores.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Senado Agora
10h25 Sessões canceladas: Diante da falta de entendimento sobre vetos em pauta, a Presidência do Congresso Nacional cancelou as sessões que estavam convocadas para esta quarta-feira (30) às 10h, 16h e 19h.
10h20 Incêndios no Pantanal: Comissão aprovou requerimento para realização de audiência pública com o procurador-geral da República, Augusto Aras, e procuradores de Justiça de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.
10h17 Comissão convida ministro: Senadores da comissão aprovaram sete requerimentos de medidas de enfrentamento aos incêndios no Pantanal. Entre eles, destaque para o convite ao ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles (REQ 8/2020).
Ver todas ›