PT vende imagem diferente para tentar voltar à Presidência, diz Ana Amélia

Da Redação | 11/10/2018, 13h04 - ATUALIZADO EM 17/10/2018, 17h59

Em discurso nesta quinta-feira (11), a senadora Ana Amélia (PP-RS) afirmou que o Partido dos Trabalhadores (PT) está tentando mudar sua imagem perante o eleitorado nos últimos dias com o objetivo de vencer o segundo turno da eleição presidencial.

A senadora afirmou que o PT e o candidato Fernando Haddad substituíram a cor vermelha pelas cores verde e amarela no material de campanha para passar uma imagem menos radical.

— O PT hoje se transforma em melancia, verde por fora e vermelho por dentro. Estão tentando vender a imagem de defensores dos interesses nacionais — disse, criticando a “incoerência” do partido.

Para a senadora, as mudanças são apenas de discurso, pois, na opinião dela, o PT continua defendendo ideias erradas, como o controle dos meios de comunicação e a censura à imprensa. Declarou ainda que os petistas são contra a Operação Lava Jato e o juiz Sérgio Moro.

— Não podemos aceitar que o Brasil se transforme em uma Venezuela, não vamos desistir do Brasil — afirmou Ana Amélia, que foi candidata a vice-presidente na chapa de Geraldo Alckmin (PSDB) e, após o resultado do primeiro turno, declarou apoio ao candidato Jair Bolsonaro.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)